NOTÍCIA 1

A “famigerada” Pec: Fórum Sindical volta a cobrar parlamentares no Acre

Published

on

O Fórum Sindical, Popular e da Juventude do Acre realiza nesta quarta-feira, 8 de dezembro, às 9h, em frente à Assembleia Legislativa do Acre, um ato contra a PEC 32/2020, a famigerada Reforma Administrativa, que concretiza a destruição dos serviços públicos, numa orquestração do atual governo para viabilizar a privatização e promover o desvio de recursos públicos, prejudicando mais ainda o atendimento à população brasileira.
Convidamos a todos da imprensa para a cobertura do ato, que se unirá a outras pautas de trabalhadores no mesmo local.
Na ocasião, representantes do Fórum irão entregar aos parlamentares estaduais uma carta ratificando o pedido de posicionamento de todos sobre a necessidade de pressionar contra a aprovação da PEC 32.

Veja abaixo o teor do documento:

Resposta da Carta sobre a PEC 32 Reforma Administrativa enviada aos deputados estaduais do Acre
Prezados deputados estaduais do Acre,
No dia 18 de agosto de 2021 realizamos uma GREVE GERAL DO SERVIÇO PÚBLICO, para derrotar a proposta de Reforma Administrativa e impedir que Bolsonaro e seus aliados destruam os serviços públicos que garantem o atendimento para população.
Naquela ocasião estávamos reunidos com dezenas de sindicatos de servidores públicos e trabalhadores celetistas em frente à Assembleia Legislativa do Acre e entregamos aos deputados estaduais ali presentes uma carta que pedia aos parlamentares estaduais que submetessem à Assembleia Legislativa um pedido de moção contrária a aprovação da Reforma Administrativa – PEC 32, que se aprovada significará um grande retrocesso à população brasileira pela perda dos seus direitos aos serviços públicos de qualidade consagrados na constituição brasileira.
Diante do exposto, viemos novamente solicitar aos parlamentares da Assembleia Legislativa do Acre que se posicionem e busquem relatar a posição dos deputados federais e senadores pertencentes aos seus partido (os) e/ou coligação (ões) eleitoral (ais), em relação à proposta de Reforma Administrativa, que poderá ser votada no Congresso a qualquer momento.
Queremos enfatizar que caso não tenhamos resposta, estaremos divulgando de forma massiva que V. Sª não está prestando contas de suas ações aos acreanos, população essa, a qual você foi eleito para servir.
Deputado (a) você votará a favor ou contra a PEC 32?
FÓRUM SINDICAL, POPULAR E DA JUVENTUDE DO ACRE

Leia Também:  A PRF vai te pegar se você dirigir após usar cocaina, maconha, anfetamina e outras drogas

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

manchete2

Rio Branco e outras cidades do Baixo, Alto Acre e Purus avançam para bandeira verde em avaliação do Comitê Covid

Published

on

As regionais do Baixo Acre, Alto Acre e Purus avançaram para a bandeira verde, que representa cuidado, na avaliação do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19. Já as regionais Juruá e Tarauacá/Envira permaneceram em bandeira amarela, que é de atenção.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (1º) pelo governo do Acre e representa o período de avaliação do dia 13 a 26 de março.

Na última avaliação, divulgada no dia 7 de março, o governador Gladson Cameli manteve todas as cidades do Acre em nível de atenção (bandeira amarela) na classificação de risco da pandemia até o dia 31 de março, após aumento de casos no mês de fevereiro.

Porém, em março os indicadores voltaram a apresentar uma melhora no número de casos e mortes.

Regiões

  • Alto Acre: Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri – faixa verde;
  • Baixo Acre e Purus: Acrelândia, Bujari, Capixaba, Jordão, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Senador Guiomard – faixa verde;
  • Vale do Juruá e Tarauacá/Envira: Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves e Tarauacá – faixa amarela.
Leia Também:  Carro, cama, sofá, TV, geladeira: em Sena, quem volta para casa vê cenário de guerra com tudo destruído pela cheia do Iaco

Como funciona a fase verde

Na fase verde podem funcionar os seguintes estabelecimentos: Restaurantes, bares, pizzarias, sorveterias e outros estabelecimentos similares. Além de teatros, cinemas e apresentações culturais, como também evento religiosos com 80% da capacidade.

Lojas de móveis, eletrodomésticos, eletrônicos, comunicação, informática, áudio, vídeo e colchoarias podem continuar funcionando com todos os protocolos sanitários e aumentando a capacidade limitada de 80%, além de delivery e drive-thru.

A regra vale ainda para lojas de materiais de construção, empresas e obras do ramo da construção civil e demais estabelecimentos como olaria, cerâmicas, serraria, marcenarias e marmorarias.

Feiras livres, comércios de rua, ambulantes e outros também seguem abertos seguindo as orientações de segurança. Para hotéis, shoppings, salões de beleza e motéis a capacidade de funcionamento é a mesma.

Com informações Ecos da Notícia

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI