NOTÍCIA 1

Cidade com 10 mil habitantes no Acre vai pagar R$ 140 mil para cantor Gabriel Lener fazer show da virada

Published

on

Uma das cidades mais pobres do Acre, Manoel Urbano tem 10 mil habitantes e um dos IDH – Índice de Desenvolvimento Humano – mais baixos do estado.
Mas dinheiro não é o problema.
O prefeito Tanizio de Sá publicou no diário oficial do estado, contrato com a produção do cantor Gabriel Lener, que fará um show de Réveillon na cidade.
O valor de R$140 mil pela apresentação, será custeada com recursos próprios da secretaria de cultura e esporte do município.
Por ser um município sem muitas oportunidades para sua gente, com quase nada de investimento em políticas públicas da cultura e esporte, a contratação com valor tão alto trouxe muita polêmica e vem sendo criticada nas redes sociais.
Sem contar que ainda ha ameaça da variante Omicrom, que assusta o mundo e pode desencadear uma nova onda de covid-19. Manoel Urbano não possui nenhuma estrutura de saúde e a maioria dos casos de alta complexidade é atendida em Sena Madureira ou Rio Branco.
Nossa reportagem tentou contato com assessoria do prefeito Tanizio de Sá, mas até o fechamento da matéria não obteve retorno.

Leia Também:  Governo e Prefeitura anunciam revitalização do Parque Industrial de Rio Branco

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

manchete2

Rio Branco e outras cidades do Baixo, Alto Acre e Purus avançam para bandeira verde em avaliação do Comitê Covid

Published

on

As regionais do Baixo Acre, Alto Acre e Purus avançaram para a bandeira verde, que representa cuidado, na avaliação do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19. Já as regionais Juruá e Tarauacá/Envira permaneceram em bandeira amarela, que é de atenção.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (1º) pelo governo do Acre e representa o período de avaliação do dia 13 a 26 de março.

Na última avaliação, divulgada no dia 7 de março, o governador Gladson Cameli manteve todas as cidades do Acre em nível de atenção (bandeira amarela) na classificação de risco da pandemia até o dia 31 de março, após aumento de casos no mês de fevereiro.

Porém, em março os indicadores voltaram a apresentar uma melhora no número de casos e mortes.

Regiões

  • Alto Acre: Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri – faixa verde;
  • Baixo Acre e Purus: Acrelândia, Bujari, Capixaba, Jordão, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Senador Guiomard – faixa verde;
  • Vale do Juruá e Tarauacá/Envira: Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves e Tarauacá – faixa amarela.
Leia Também:  Católicos celebrarão Semana Santa pela Internet pelo segundo ano seguido; veja programação no Acre

Como funciona a fase verde

Na fase verde podem funcionar os seguintes estabelecimentos: Restaurantes, bares, pizzarias, sorveterias e outros estabelecimentos similares. Além de teatros, cinemas e apresentações culturais, como também evento religiosos com 80% da capacidade.

Lojas de móveis, eletrodomésticos, eletrônicos, comunicação, informática, áudio, vídeo e colchoarias podem continuar funcionando com todos os protocolos sanitários e aumentando a capacidade limitada de 80%, além de delivery e drive-thru.

A regra vale ainda para lojas de materiais de construção, empresas e obras do ramo da construção civil e demais estabelecimentos como olaria, cerâmicas, serraria, marcenarias e marmorarias.

Feiras livres, comércios de rua, ambulantes e outros também seguem abertos seguindo as orientações de segurança. Para hotéis, shoppings, salões de beleza e motéis a capacidade de funcionamento é a mesma.

Com informações Ecos da Notícia

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI