NOTÍCIA 1

Gesto de amor: juíza acreana aparece careca e doa cabelos a paciente com câncer

Published

on

A titular da 1ª Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Rio Branco, a juíza Rogéria Epaminondas, apareceu nas redes sociais de cabeça raspada, nesta semana. Ela não usou um daqueles aplicativos que removem artificialmente as madeixas, mas, para fomentar uma ação solidária, cortou todo o cabelo para realizar a doação de todas as mechas para a confecção de uma peruca para uma paciente que realiza tratamento contra o câncer.
A inspiração para o ato da magistrada foi a luta da própria sogra que precisou passar pelo tratamento quimioterápico, devido ao câncer de colo do útero, resultando na queda dos fios. A doença uniu a família, despertando o interesse em realizar uma ação que pudesse contribuir de forma solidária.
“Quando minha sogra raspou a cabeça, meu marido e meu sogro também rasparam. Pensei em fazer o mesmo e doar meu cabelo para ela, num gesto de amor, para lhe trazer alegria ao semblante e esperança ao coração, mas ela preferiu não usar peruca. Optou por lenços e turbantes e continuou linda”, explicou.
Inquieta, o desejo de doar o cabelo foi retomado ao conhecer uma voluntária, que já teve câncer de mama, e que, atualmente, faz perucas como forma de ajudar aquelas pacientes que fazem quimioterapia e radioterapia. Assim, com o apoio da família, Rogéria chamou uma amiga cabeleireira e cortou todas as mechas.
“Uma amiga, cabeleireira, me contou sobre uma mulher que havia vencido o câncer e que ajudava outras que estavam nessa luta, fazendo perucas. Senti em meu coração a vontade de doar meu cabelo, para que fizesse uma peruca e a doasse para uma paciente”, afirmou.
A juíza explicou que não sentiu receio de raspar a cabeça por acreditar no sentimento de solidariedade e na necessidade de passar uma mensagem de apoio a todas as pessoas que precisam passar pelo tratamento.
“Não tive medo, especialmente porque meu marido me incentivou. Considerei que tornar a foto pública poderia levar alegria às pessoas que seguem enfrentando a batalha pela vida e pela saúde e, também, apoiar ações dessas ou de outras formas por pessoas que têm vontade de ajudar alguém e muitas vezes não sabem por onde começar ou o que fazer”, disse.
Nas redes, a publicação da foto rendeu centenas de compartilhamentos e de comentários elogiando o ato da magistrada que aproveitou para deixar uma mensagem, incentivando que outros voluntários possam contribuir com o fornecimento de cabelo para novas perucas.
“Quero incentivar mais mulheres a fazer a alegria de outras com gestos simples como esse. Minha sugestão, para quem quiser doar, não só cabelo, mas qualquer item feminino para mulheres com câncer é procurar o serviço social dos hospitais públicos que realizam tratamento de câncer, como o Unacon”, completou. (Com informações da assessoria da Asmac)
 

Leia Também:  Podemos já é a maior bancada da Assembléia Legislativa do Acre

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

manchete2

Rio Branco e outras cidades do Baixo, Alto Acre e Purus avançam para bandeira verde em avaliação do Comitê Covid

Published

on

As regionais do Baixo Acre, Alto Acre e Purus avançaram para a bandeira verde, que representa cuidado, na avaliação do Comitê de Acompanhamento Especial da Covid-19. Já as regionais Juruá e Tarauacá/Envira permaneceram em bandeira amarela, que é de atenção.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (1º) pelo governo do Acre e representa o período de avaliação do dia 13 a 26 de março.

Na última avaliação, divulgada no dia 7 de março, o governador Gladson Cameli manteve todas as cidades do Acre em nível de atenção (bandeira amarela) na classificação de risco da pandemia até o dia 31 de março, após aumento de casos no mês de fevereiro.

Porém, em março os indicadores voltaram a apresentar uma melhora no número de casos e mortes.

Regiões

  • Alto Acre: Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri – faixa verde;
  • Baixo Acre e Purus: Acrelândia, Bujari, Capixaba, Jordão, Manoel Urbano, Plácido de Castro, Porto Acre, Rio Branco, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Senador Guiomard – faixa verde;
  • Vale do Juruá e Tarauacá/Envira: Cruzeiro do Sul, Feijó, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter, Rodrigues Alves e Tarauacá – faixa amarela.
Leia Também:  Inquérito inocenta enfermeira acreana acusada de simular vacina contra Covid: "ela é profissional competente"

Como funciona a fase verde

Na fase verde podem funcionar os seguintes estabelecimentos: Restaurantes, bares, pizzarias, sorveterias e outros estabelecimentos similares. Além de teatros, cinemas e apresentações culturais, como também evento religiosos com 80% da capacidade.

Lojas de móveis, eletrodomésticos, eletrônicos, comunicação, informática, áudio, vídeo e colchoarias podem continuar funcionando com todos os protocolos sanitários e aumentando a capacidade limitada de 80%, além de delivery e drive-thru.

A regra vale ainda para lojas de materiais de construção, empresas e obras do ramo da construção civil e demais estabelecimentos como olaria, cerâmicas, serraria, marcenarias e marmorarias.

Feiras livres, comércios de rua, ambulantes e outros também seguem abertos seguindo as orientações de segurança. Para hotéis, shoppings, salões de beleza e motéis a capacidade de funcionamento é a mesma.

Com informações Ecos da Notícia

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI