NOTÍCIA 2

Análises criminais do MP indicam redução de 41% nas mortes violentas no Acre

Published

on

Estudo estatístico realizado pelo Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio do Observatório de Análises Criminais do Núcleo de Apoio Técnico (NAT), divulgado nesta quarta-feira, 5, aponta que 2021 terminou com uma redução de 41% no índice de Mortes Violentas Intencionais (MVI) no Acre. Conforme o NAT, no último ano morreram 190 pessoas em decorrência de crimes violentos. Já em 2020, foram 322 ocorrências registradas.
Segundo o relatório, a queda dos índices de crimes violentos em 2021 foi alcançada em todas as nove Regionais de Segurança do Estado, comparando-se ao ano de 2020.
No que diz respeito às Mortes Violentas Intencionais, por grupo de 100 mil habitantes, o estudo mostra que o Acre registrou a menor taxa dos últimos 10 anos. Neste aspecto, desde 2014, segundo o apurado do MPAC, o Acre não apresentava indicador inferior à média nacional, como alcançou em 2021.
Com o mesmo parâmetro (MVI por grupo de 100 mil habitantes), em relação aos últimos três anos, comparando-se a 2018, o Estado atingiu uma redução de 56%.
Para o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Paulo Cézar Rocha dos Santos, esses índices alcançados pelo Acre durante o ano de 2021 reforçam a eficácia da política pública de segurança implantada pela atuação gestão do Executivo Estadual para a prevenção e para o combate à criminalidade.
O titular da Sejusp explicou que esses expressivos resultados obtidos, nos últimos três anos, devem ser debitados a vários fatores, “dentre os quais, a integração das forças de segurança no Acre, a retomada do ambiente carcerário, pelo Estado, a intensificação no combate aos crimes fronteiriços, o forte investimento do governo estadual na área de segurança pública, tanto no aspecto humano como em equipamentos, e à competência e empenho de cada integrante das Forças de Segurança do Estado”.
 
 

Leia Também:  Varíola dos macacos: Europa e Ásia têm primeiras mortes pela doença

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

manchete 3

Após “Inimigos da Educação”, sindicato lança campanha “Amigos da Educação”

Published

on

A estratégia do Governo estadual não saiu como o esperado após a aprovação do percentual de 5,42% oferecido aos servidores públicos. Revoltados, os trabalhadores prometem ser “uma pedra no sapato” dos gestores e dos deputados da base de apoio ao Executivo.
Logo após a votação na Aleac durante sessão extraordinária realizada na madrugada desta sexta-feira, 1° de abril, servidores da Educação deram início a campanha “Inimigos da Educação” que tem por objetivo mostrar para a população que foram os gestores e parlamentares que votaram a favor do governo e contra os servidores.
Já na tarde de hoje o Sinteac divulgou nas redes sociais a uma nova campanha, desta vez com objetivo de mostrar quem são os parlamentares que ficaram do lado dos servidores. Um banner comos dizeres “Amigos da Educação. Todos foram guerreiros. Obrigado deputados, passou a circular nas redes sociais.
Sindicatos como da Educação, Saúde, Médicos e Policiais Civis afirmaram que não darão trégua ao governador Gladson Cameli e também aos parlamentares da base de apoio do governo até o final das eleições.
Fonte: Notícias do Acre

Leia Também:  AC confirma mais 75 casos de Covid com 3 mortes, da noite de domingo ao meio-dia desta 2ª

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI