NOTÍCIA 2

Maioria da Primeira Turma do STF vota por manter prisão preventiva de caminhoneiro bolsonarista

Published

on

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria de votos contra a soltura do caminhoneiro e youtuber Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão.

Os ministros julgam um habeas corpus da defesa contra decisão do ministro Alexandre de Moraes que determinou a prisão preventiva de Gomes. O caminhoneiro é investigado no inquérito que apura incitação a atos criminosos e violentos de protesto às vésperas do feriado de 7 de setembro.

O julgamento do pedido teve início na sexta (3), em plenário virtual, e deve ser encerrado no dia 10. Relator do habeas corpus, o ministro Luís Roberto Barroso afirmou que “não há nos autos situação de teratologia [absurdo], ilegalidade flagrante ou abuso de poder”.

Ainda segundo o ministro, há uma questão processual: não é possível apresentar habeas corpus no STF questionando decisão de um outro ministro.

O voto foi acompanhado pelas ministras Rosa Weber e Cármen Lúcia. Falta apenas o voto de Dias Toffoli. Já o ministro Alexandre de Moraes se declarou impedido para julgar o pedido, por questionar sua própria decisão.

Leia Também:  Dia do Trabalhador Doméstico: mulheres são maioria na categoria

No dia 26 de outubro, Gomes se apresentou espontaneamente à Polícia Federal em Joinville, cidade onde mora. Ele estava foragido desde o início de setembro.

G1

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

manchete 3

Após “Inimigos da Educação”, sindicato lança campanha “Amigos da Educação”

Published

on

A estratégia do Governo estadual não saiu como o esperado após a aprovação do percentual de 5,42% oferecido aos servidores públicos. Revoltados, os trabalhadores prometem ser “uma pedra no sapato” dos gestores e dos deputados da base de apoio ao Executivo.
Logo após a votação na Aleac durante sessão extraordinária realizada na madrugada desta sexta-feira, 1° de abril, servidores da Educação deram início a campanha “Inimigos da Educação” que tem por objetivo mostrar para a população que foram os gestores e parlamentares que votaram a favor do governo e contra os servidores.
Já na tarde de hoje o Sinteac divulgou nas redes sociais a uma nova campanha, desta vez com objetivo de mostrar quem são os parlamentares que ficaram do lado dos servidores. Um banner comos dizeres “Amigos da Educação. Todos foram guerreiros. Obrigado deputados, passou a circular nas redes sociais.
Sindicatos como da Educação, Saúde, Médicos e Policiais Civis afirmaram que não darão trégua ao governador Gladson Cameli e também aos parlamentares da base de apoio do governo até o final das eleições.
Fonte: Notícias do Acre

Leia Também:  Fortaleza dá adeus a sua primeira CONMEBOL Libertadores nas oitavas de final

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI