Polícia Federal

PF e BPFRON apreendem cigarros contrabandeados

Published

on

Mercedes-PR. Na terça-feira (21/06), policiais militares e federais, em patrulhamento nas proximidades do lago de Itaipu, comunidade Três Irmãs, em Mercedes-PR, avistaram uma pequena entrada coberta por galhos de árvores que ocultavam depósito de cigarros contrabandeados.

Não foi encontrado nenhum individuo próximo ao local. Foram apreendidos 48 caixas de cigarros contrabandeados de diversas marcas. Os materiais foram encaminhados para a Polícia Federal em Guaíra-PR.

Essa apreensão faz parte da Operação Controle Brasil, articulada pela Secretaria de Operações Integradas (SEOPI) do Ministério da Justiça e Segurança Pública, integrando diversos órgãos no combate aos delitos de contrabando e descaminho de bebidas, fumo e insumos agrícolas.

Fazem parte do Programa V.I.G.I.A. nessa operação interagências equipes do BPFRON e demais Unidades da PMPR, Polícia Federal, PCPR, RECEITA FEDERAL e EXÉRCITO BRASILEIRO, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP.

BPFRON/PMPR

Disque denúncia: (44) 9 9985-2726

Disque denúncia 181

 

PF/Guaíra/PR

Disque denúncia: (44) 3642-9131

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PF, BPFRON e GOA apreendem veículo com cigarros contrabandeados
Advertisement

Polícia Federal

PF combate crimes ambientais na terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau em Rondônia

Published

on

Ji-Paraná/RO – A Polícia Federal, com apoio da Funai, Ibama e Polícia Militar, deflagrou nesta terça-feira (28/06) a segunda fase da operação S.O.S URU com o objetivo de dar continuidade no combate de ilícitos ambientais na terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau.

A Polícia Federal recebeu informações de que criminosos estariam retomando com atividades criminosas de extração ilegal de madeira e invasão de terras públicas após a deflagração da operação SOS URU em Novembro de 2021. Diante deste cenário e visando inibir ilícitos no interior e mediações da terra indígena nova ação foi realizada neste ano, desta vez, com três frentes de atuação, terrestre, sobrevoo e incursões em rios navegáveis na região Norte e Sul.

Diligências foram realizadas para instruir investigações em andamento que tramitam na Delegacia de Polícia Federal em Ji-Paraná/RO.

Durante as incursões e sobrevoos foram encontrados diversos pontos de desmate com árvores derrubadas no interior da terra indígena, um acampamento improvisado, motos utilizadas no deslocamento interno dos infratores. Todos estes meios para a prática de infrações ambientais foram inutilizados, em conjunto com o Ibama, visando cessar a continuidade de atividades criminosas. Vale destacar também que foram inutilizadas redes de pescas ao longo do principal rio da terra indígena que estavam atentando contra a fauna local.

Leia Também:  PF combate crime de moeda falsa em Fortaleza/CE

Além de medidas administrativas que foram tomadas pelos órgãos envolvidos na segunda fase da operação S.O.S URU, as ações desenvolvidas contribuíram para inibir a continuidade da degradação na natureza e, especialmente, desarticular o financiamento de práticas criminosas na Uru-Eu-Wau-Wau que possui índios isolados.

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia
Telefone: (69) 3216-6242 / 6270
E-mail: [email protected]

Fonte: Polícia Federal

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI