Polícia Federal

Polícia Federal apreende cerca de 8 kg cocaína

Published

on

Recife/PE. A PF prendeu em flagrante, nesta quinta-feira, 12/05, no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, uma nacional de 19 anos.

A prisão aconteceu durante os trabalhos de fiscalização destinados a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes, bem como outros tipos de crimes praticados no Aeroporto.

Os Policiais Federais conseguiram identificar uma passageira que trazia escondidos em sua bagagem cerca de 8,5Kg de cocaína.

A mulher foi autuada pela prática de tráfico interestadual de entorpecentes. Caso seja condenada, poderá cumprir penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão.

Assessoria de Comunicação Social da Polícia Federal em Pernambuco

[email protected]

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Filho do ex-deputado Walter Prado bate viatura da polícia e foge
Advertisement

Polícia Federal

PF combate evasão de divisas e contrabando de mel

Published

on

Santana do Livramento/RS. A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (19/05), a Operação Iratim II, de combate à evasão de divisas e o câmbio paralelo, com foco em um grupo especializado no contrabando de mel através da fronteira com o Uruguai.

Policiais federais cumprem sete mandados de busca e apreensão nos municípios de Santana do Livramento (03) e São Gabriel (04), além do bloqueio de contas bancárias, da indisponibilização de bens imóveis e do sequestro e arresto de veículos.

A ação deriva da identificação de prática sistemática criminosa voltada ao contrabando de mel, consequência da Operação Iratim, deflagrada em agosto de 2021. As investigações apontam para remessa de dinheiro ao exterior por parte de empresários do ramo da apicultura. O principal objetivo seria fomentar a importação irregular de mel, realizada por intermédio da fronteira entre Santana do Livramento e a cidade uruguaia de Rivera.

A operação de hoje tem como foco principal dois empresários do ramo da apicultura de São Gabriel, suspeitos de incrementarem sua produção com mel oriundo de contrabando. Os empresários se aliaram a um grupo de pessoas de Santana do Livramento, que era responsável pelo recebimento e remessa de valores ao Uruguai, para pagamento de fornecedores de mel daquele país, e pela posterior internalização clandestina do produto.

Leia Também:  Operação Mãe-Terra combate importação e comercialização ilegal de agrotóxicos de origem estrangeira

Segundo apurado, houve a remessa ilegal de mais de R$ 3,2 milhões ao exterior por parte dos investigados, os quais foram utilizados no fomento desse mercado clandestino. De forma estimada, essa prática seria a responsável por um incremento de, ao menos, 15% no abastecimento de mel da empresa dos investigados.

Todavia, os valores e percentuais envolvidos nessas práticas podem ser maiores, notadamente pelos indicativos de que o esquema de contrabando do produto seja ainda mais abrangente. Assim, além da indisponibilização patrimonial dos suspeitos, a ação tem como objetivo o aprofundamento das investigações para identificação de outros envolvidos.

Importante referir que a identificação das atividades de contrabando investigadas foi potencializada pelo mapeamento do mercado informal de câmbio e das atividades de operadores do mercado financeiro paralelo. A Polícia Federal vem intensificando o combate a crimes contra o Sistema Financeiro Nacional na fronteira. A partir dessas investigações, são identificados os fluxos financeiros de outros crimes – como, por exemplo, o contrabando de mel.

A alusão a Iratim remete a uma espécie de abelha conhecida por se apropriar do ninho e do mel de outras abelhas.

Leia Também:  Homem é preso por arrastar ex-mulher grávida com um carro

Comunicação Social da Polícia Federal em Santana do Livramento

Fone: (55) 3241-9000/(55) 99125-9987

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI