POLÍCIA

Acre: condenado por estuprar a filha de 4 anos também violentou irmãs da vítima

Published

on

As irmãs não denunciaram o réu antes por interferência da genitora, que sempre o defendeu e se negava a acreditar nos relatos
A Câmara Criminal manteve a prisão preventiva de Iraldo Adonaiz Leite, acusado de estupro de vulnerável e ameaça. O indeferimento do Habeas Corpus foi publicado na edição n° 6.992 do Diário da Justiça Eletrônico, desta segunda-feira, dia 24.
A defesa reclamou da demora da instrução processual, visto que a prisão foi realizada em fevereiro de 2021, ou seja há quase um ano. De acordo com o inquérito policial, o réu é acusado de cometer o crime de forma continuada contra sua filha de quatro anos de idade.
A mãe já alimentava desconfiança sobre o comportamento do companheiro, pela movimentação na madrugada. Ao ouvir gemidos de dor da criança, flagrou o crime e foi ameaçada com um terçado. Após a denúncia, as próprias irmãs do réu relataram ter sido vítimas de outros abusos sexuais cometidos por Iraldo desde a mais tenra idade.
Assim, o entendimento da desembargadora Denise Bonfim, relatora do processo, é que o decreto de prisão preventiva foi devidamente fundamentado nos pressupostos do artigo 312 do Código de Processo Penal e nas circunstâncias deste processo, a aplicação de medidas cautelares seriam insuficientes para a proteção das vítimas e garantia da ordem pública. (Processo n° 1002010-64.2021.8.01.0000)

Leia Também:  PF deflagra operação Teto de Vidro para combater crimes financeiros e de lavagem de dinheiro no Acre

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLÍCIA

Polícia Civil prende quadrilha por furto de gado em Tarauacá

Published

on

Na manhã deste sábado (21) a Polícia Civil do município de Tarauacá, prendeu uma quadrilha pela prática de furto de gado. O trabalho investigativo da polícia judiciária, possibilitou colher elementos que comprovaram os crimes que vinham sendo cometidos pelo bando contra pecuaristas da região.

A policia representou pela prisão dos envolvidos, o que foi deferida pela Justiça. Em posse dos mandados, a equipe de policiais conseguiu capturar toda a quadrilha em flagrante delito, em poder de 263Kg de carne bovina que seria vendida de forma ilegal. Um veículo de passeio modelo popular, que era usado pelos criminosos, também foi apreendido.

Durante a ação policial foram presos: R. L. S. – 19 anos, R. C. N. S. – 18 anos, J. A. Q. N. – 24 anos, F. C. V. S. – 27 anos, Y. S. R. – 19 anos e F. D. S. P. –  de 20 anos. De acordo com a PM, estima-se que mais de vinte cabeças de gado tenham sido furtadas pelo grupo criminoso. Pelo menos sete ocorrências foram registradas pelos criadores.

Leia Também:  Mais três suspeitos de participação em morte de adolescente são presos pelas Polícias Civil e Militar em Feijó

Os acusados foram conduzidos à delegacia para medidas administrativas e em seguida colocados à disposição da Justiça.

Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI