POLÍCIA

Criminoso que fugiu do presídio de Rio Branco em 2020 é preso em São Paulo por roubo e uso de documentos falsos

Published

on

Dos vinte e seis presos que fugiram do Complexo Penitenciário Francisco d’Oliveira Conde, em Rio Branco, na madrugada de uma segunda-feira, 20 de janeiro de 2020, resta apenas um a ser capturado.

A Polícia Civil do Acre vem realizando intenso trabalho investigativo visando a captura de pessoas com mandados de prisão em aberto, visando garantir o cumprimento da pena imposta pela pratica de crime.

Na manhã desta quinta-feira, 22, após troca de informações entre a Polícia Civil do Estado de São Paulo, foi possível identificar que DHEYCI DE ÂNGELO LIMA E LIMA, de 28 aos de idade, é um dos detentos do sistema prisional de São Paulo.

De acordo com o levantamento realizado pela Polícia Civil daquele estado, o foragido foi preso pelo cometimento de crime de roubo e uso de documentos falsos, crimes estes cometidos no estado de São Paulo.

O compartilhamento de informações entre a Polícia Civil do Acre e de São Paulo possibilitou que o foragido, que foi preso em flagrante por roubo e uso de documento falso, tivesse mandado de prisão cumprido. O mandado, expedido pela justiça do Acre, é decorrente de uma investigação da DRACO, a qual tinha por objetivo prender integrantes de organização criminosa.

Leia Também:  Motociclista morre após ultrapassagem perigosa no bairro Placas

A fuga dos detentos ocorreu no pavilhão L, onde cumpriam pena em regime fechado e após fazerem um buraco na parede da cela, fizeram cordas utilizando lençóis, e escaparam pela muralha.

O trabalho investigativo da Policia Civil teve início desde quando ocorreu a fuga. Com realização de operações e trabalho investigativo foi possível prender quase todos os foragidos que retornaram ao complexo penitenciário e permanecem reclusos.

Assessoria

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLÍCIA

Mulher é presa em Rio Branco por aplicar golpe do PIX

Published

on

Uma mulher identificada pelo nome de Katianne Silva, 32 anos, foi presa na tarde de domingo, 25, pelo crime de estelionato, em Rio Branco (AC).

A mulher encaminhava falso comprovante para simular o pagamento em uma rede de estabelecimento, aplicando o famoso golpe do PIX.

De acordo com informações, o gerente percebeu a falta do dinheiro, levou a polícia até o hotel onde estava hospedada e lá ela não conseguiu comprovar o pagamento das compras, ocasionando na prisão.

Presa em flagrante pela polícia, ela foi indiciada por tentativa de estelionato e compras ilícitas, mas acabou sendo liberada após audiência de custódia. Se condenada, pode pegar de um a cinco anos por estelionato

O proprietário alegou que desde fevereiro ela vinha comprando e passando comprovantes falsos ao estabelecimento, totalizando um prejuízo de R$ 28 mil.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Motociclista morre após ultrapassagem perigosa no bairro Placas
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI