POLÍCIA

Detento foi assassinado por que mentiu sobre ter tabaco, diz Iapen em nota

Published

on

O Governo do Estado do Acre, por meio do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), vem a público informar que:
1- Por volta das 21h30 do domingo, 5, o Complexo Penitenciário de Rio Branco registrou o falecimento do detento Raimundo Morais de Souza, 40 anos, que se encontrava em isolamento preventivo juntamente com outros quatro presos na cela 27 do pavilhão A;
2- Ao verificar o ocorrido, os policiais penais de plantão indagaram os detentos sobre o que havia acontecido. Estes informaram ter ceifado, propositalmente, a vida de Raimundo Morais em virtude do crime do falecido ter sido em desfavor de uma menor e por, também, tê-los enganado dizendo ter tabaco e trocar pelos alimentos dos demais colegas de cela quando, na verdade, tinha apenas um saco com um material de cor preta que aparentava ser tabaco.
3- O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e esteve no local, mas foi possível apenas constatar a morte do detento. Uma equipe do Instituto Médico Legal (IML) também compareceu para realização de perícia e procedimentos de praxe.
4- Diante dos fatos, o Iapen busca contato com a família de Raimundo Morais de Souza para informar sobre o ocorrido e prestará todo o amparo estabelecido em lei. Também se solidariza, manifestando pesar pela perda repentina, desejando que Deus conforte os familiares e amigos neste momento de dor.
5- O Iapen destaca que, de acordo com o Observatório de Análise Criminal do Núcleo de Apoio Técnico do Ministério Público do Acre, há 179 dias não se registrava morte no Sistema Prisional do Acre.
6- Por fim, o Iapen informa que acompanhará toda a investigação necessária para a devida elucidação do crime.
 
Rio Branco – Acre, 6 de dezembro de 2021.
 
Arlenilson Cunha

Leia Também:  Biden pretende suspender impostos sobre combustíveis por 3 meses

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLÍCIA

Soldado é vítima de tentativa de assalto, corre e acaba ferido a tiros no 2º Distrito de Rio Branco

Published

on

O soldado recruta do 4º Batalhão de Infantaria de Selva (4°BIS) do Exército Brasileiro, Júlio Melo da Silva, 20 anos, foi ferido com um tiro, na madrugada desta sexta-feira (5), na Via Chico Mendes, na região do bairro Triângulo Novo, na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, Julio estava na companhia de um amigo que também é soldado do 4° Bis, voltando para casa a pé pela via Chico Mendes, quando foram surpreendidos por três assaltantes de bicicletas, sendo que um estava com uma escopeta e os outros dois estavam com facas e anunciaram o assalto.

Os jovens soldados resolveram não entregar os seus pertences e começaram a correr, momento este em que um dos criminosos realizou um disparo que acertou Júlio pelas costas. Já o amigo dele não foi alvejado pelo tiro. Após a ação, os bandidos fugiram do local.

Na Hora da Notícia

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Anitta impressiona com declaração sobre relacionamento: “faz o que quiser e volta!”
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI