POLÍCIA

Mulher de 56 anos é presa acusada de aplicar golpe no valor de R$ 300 mil

Published

on

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia da 2ª Regional realizou a prisão de uma senhora de 56 anos, suspeita de praticar estelionato.

Conforme informações do Delegado Samuel Mendes, a suspeita havia recebido um terreno por contrato de empréstimo, firmando o compromisso de devolver ao proprietário após o decurso do tempo.

Ocorre que ao invés de devolver o terreno ao proprietário, ela dividiu-o e começou a vender os lotes, como se fosse proprietária.

Uma das pessoas que comprou um dos lotes da suspeita, revelou ter efetuado o pagamento no valor de R$ 116.000,00 (cento e dezesseis mil reais).

Durante o curso da investigação foram localizados elementos que davam ensejo a prisão cautelar da suspeita, assim o delegado representou pela prisão preventiva, sendo esta deferida pelo Poder Judiciário.

A equipe de investigação da delegacia da 2ª Regional de Polícia Civil deu cumprimento ao mandado de prisão, sendo a suspeita colocada à disposição da Justiça.

 

Ascom

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Dupla é presa por sequestrar e torturar jovem dentro de cemitério de Cruzeiro do Sul
Advertisement

POLÍCIA

Mulher é presa em Rio Branco por aplicar golpe do PIX

Published

on

Uma mulher identificada pelo nome de Katianne Silva, 32 anos, foi presa na tarde de domingo, 25, pelo crime de estelionato, em Rio Branco (AC).

A mulher encaminhava falso comprovante para simular o pagamento em uma rede de estabelecimento, aplicando o famoso golpe do PIX.

De acordo com informações, o gerente percebeu a falta do dinheiro, levou a polícia até o hotel onde estava hospedada e lá ela não conseguiu comprovar o pagamento das compras, ocasionando na prisão.

Presa em flagrante pela polícia, ela foi indiciada por tentativa de estelionato e compras ilícitas, mas acabou sendo liberada após audiência de custódia. Se condenada, pode pegar de um a cinco anos por estelionato

O proprietário alegou que desde fevereiro ela vinha comprando e passando comprovantes falsos ao estabelecimento, totalizando um prejuízo de R$ 28 mil.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Não leio jornal porque não leio lixo”, diz Márcia Bittar
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI