POLÍCIA

Mulher é encontrada com sinais de espancamentos na estrada da Transacreana

Published

on

Uma mulher de 56 anos, identificada por A.M.O.L, foi espancada na noite deste domingo (18), na estrada da Transacreana, km 14, localizada na zona rural de Rio Branco.

De acordo com informações, a vítima é usuária de drogas e estaria bebendo na companhia de outras pessoas em uma residência, quando decidiu sair do local em companhia de um familiar para comprar entorpecentes.

Acontece que durante o percurso, a mulher foi agredida brutalmente, e depois foi abandonada às margens da estrada sozinha. Moradores viram a senhora no chão e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que de imediato enviou uma ambulância de suporte básica (04) para atender a ocorrência.

Ao chegar, os socorristas avaliaram a situação da mulher, prestando os atendimentos iniciais e em seguida encaminhou a vítima para o Pronto Socorro do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), onde deu entrada em estado de saúde estável.

A.M teve várias escoriações no corpo, rosto, nariz, abdômen e uma possível fratura nas costelas. A vítima foi entregue ao setor de traumas, onde será avaliada pela equipe médica, para possíveis diagnósticos de outras lesões e fraturas.

Leia Também:  Professores da Ufac publicam e-book sobre geoambientes no Juruá

Ecos da Notícia

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLÍCIA

Mulher é presa em Rio Branco por aplicar golpe do PIX

Published

on

Uma mulher identificada pelo nome de Katianne Silva, 32 anos, foi presa na tarde de domingo, 25, pelo crime de estelionato, em Rio Branco (AC).

A mulher encaminhava falso comprovante para simular o pagamento em uma rede de estabelecimento, aplicando o famoso golpe do PIX.

De acordo com informações, o gerente percebeu a falta do dinheiro, levou a polícia até o hotel onde estava hospedada e lá ela não conseguiu comprovar o pagamento das compras, ocasionando na prisão.

Presa em flagrante pela polícia, ela foi indiciada por tentativa de estelionato e compras ilícitas, mas acabou sendo liberada após audiência de custódia. Se condenada, pode pegar de um a cinco anos por estelionato

O proprietário alegou que desde fevereiro ela vinha comprando e passando comprovantes falsos ao estabelecimento, totalizando um prejuízo de R$ 28 mil.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PSC declina da pré-candidatura de Antônio Klemer ao governo e vai apoiar Mara Rocha
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI