POLITÍCA NACIONAL

Bolsonaro fala sobre Milton Ribeiro: ‘Vai botar a culpa em mim?’

Published

on

source
Bolsonaro recua sobre apoio a Milton RIbeiro: 'A PF está agindo'
Reprodução/Facebook/Mauro Ribeiro

Bolsonaro recua sobre apoio a Milton RIbeiro: ‘A PF está agindo’

O presidente Jair Bolsonaro (PL)  recuou do apoio ao ex-ministro da Educação Milton Ribeiro e afirmou que “a PF está agindo”. Durante entrevista à rádio Itatiaia, na manhã desta quarta-feira (22), o presidente ainda aproveitou a oportunidade para dizer que a  prisão prova que ele (Bolsonaro) não interfere na Polícia Federal. “Vai botar a culpa em mim? (…) Se fez algo que responda pelos seus atos”, disse.

“Em cada ministério, nós temos compliance, então é corrupção zero no nosso governo. A questão é que ele estaria de conversa meio informal de pessoas de confiança dele”, afirmou Bolsonaro, que afirmou que não houve ingerência do governo federal nas supostas ações fraudulentes no Ministério da Educação.

“Nós afastamos ele, se tem prisão é Polícia Federal. É sinal que ela está agindo. O Milton responde pelos atos dele. Isso é sinal de que eu não interfiro na PF”, completou o presidente.

Leia Também:  Queiroga pode prestar esclarecimentos na Câmara sobre atuação do filho

Questionado, Bolsonaro voltou a dizer que não sabia de qualquer irregularidade e não teve participação nos supostos crimes cometidos no Ministério da Educação. 

“Lamento, a imprensa vai dizer que está ligado a mim, paciência. Se tiver algo de errado, ele vai responder. Se for inocente, sem problemas, se for culpado, vai pagar. O governo colabora com as investigações. A gente não compactua com nada disso. Agora não sei qual a profundidade dessa investigação. No meu entender não é aquela orgânica, por que nós temos compliance nos ministérios, qualquer contrato, negócio, não passa. Quem compra é o Ministério, não tenho como saber o que 23 ministérios compram”.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Leia Também:  Plenário aprova reabertura de prazo para municípios receberem recursos do pré-sal

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLITÍCA NACIONAL

Sob risco de judicialização, plenário vota aumento de benefícios e voucher caminhoneiro

Published

on

Ficou para esta quinta-feira (30) a votação da proposta de aumento do Auxílio Brasil e vale gás, de subsídios para o transporte gratuito de idosos e o etanol e de criação do voucher diesel para caminhoneiros autônomos. O relator, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), disse que o pagamento de R$ 1.000 será possível graças ao decreto de emergência pela disparada do petróleo. O líder da minoria, Jean Paul Prates (PT-RN), alertou que o pacote poderá ser alvo da Justiça Eleitoral por ser concedido às vésperas da eleição.

Fonte: Agência Senado

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Senado vota na quarta projeto que reduz pena para crimes sobre consumo
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI