POLITÍCA NACIONAL

Câmara aprova homenagem a marinheiro que morreu defendendo a bandeira na Batalha de Riachuelo

Published

on

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Discussão e votação de propostas. Dep. Dra. Soraya Manato PTB-ES
Soraya Manato: a história não se faz apenas pela ação dos governantes

A Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 1402/22, do deputado Sanderson (PL-RS), que inscreve o nome do Imperial Marinheiro Marcílio Dias no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria. O livro com páginas de aço relaciona os heróis oficialmente reconhecidos do Brasil e fica no Panteão da Pátria Tancredo Neves, localizado na Praça dos Três Poderes, em Brasília. A proposta ainda deve ser analisada pelo Senado.

Marcílio Dias pode ser o primeiro militar negro a ser reconhecido como herói da Pátria. A relatora do projeto, deputada Dra. Soraya Manato (PTB-ES), observou que as homenagens geralmente são dedicadas a oficiais de alta patente. “Ele era um simples praça, um marinheiro”, destacou. “A história não se faz apenas pela ação dos seus governantes, políticos, magistrados, mas também pela atuação de cada um que, sem afã de glória imediata, cumpre o seu dever com devoção ao País.”

Leia Também:  Deputados e especialistas cobram inclusão de medicamento para mielofibrose no SUS

O marinheiro se destacou por sua bravura na Batalha Naval de Riachuelo, travada em 11 de junho de 1865 e considerada um dos mais importantes confrontos da Guerra do Paraguai, com resultado decisivo para a vitória do Brasil. A bordo da canhoneira Parnaíba, Marcílio Dias lutou corpo a corpo contra quatro paraguaios que tentavam tomar a bandeira do Brasil. Tendo o braço decepado, morreu aos 27 anos e foi sepultado com honras militares nas próprias águas do rio Paraná.

Presidindo a sessão, a deputada Bia Kicis (PL-DF) parabenizou a Marinha do Brasil. “Nunca é demais fazermos o reconhecimento de nossos heróis”, comentou. “Em um tempo em que nossa bandeira pode ser até pisoteada, saber que um marinheiro deu a vida para protegê-la nos enche de emoção e sentimento de dever cumprido.”

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Francisco Brandão
Edição – Ana Chalub

Fonte: Câmara dos Deputados Federais

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLITÍCA NACIONAL

Debate da Band em SP tem problema técnico

Published

on

Vinicius Poit e Tarcísio de Freitas foram prejudicados por uma falha técnica da Band
Reprodução/Band

Vinicius Poit e Tarcísio de Freitas foram prejudicados por uma falha técnica da Band

Neste domingo (7), o debate da Band entre os candidatos a governador de São Paulo apresentou um problema técnico logo no início. O encontro mediado por Rodolfo Schneider acabou tendo falha no microfone dos candidatos Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Vinícius Poit (Novo).

Rodolfo começou a atração comemorando o fato de ter iniciado a campanha eleitoral. “Que bom ouvir essa música”, disse o jornalista ao se referir à trilha sonora das eleições da emissora. Na sequência, explicou as regras ao público e realizou a primeira pergunta aos candidatos.

Fernando Haddad (PT), Rodrigo Garcia (PSDB), Tarcísio, Poit e Elvis Cezar (PDT) foram questionados sobre quais soluções eles tinham para a região da Cracolândia. Nesse momento, Tarcísio e Poit perderam 20 segundos por causa do problema técnico da emissora.

Os candidatos não perceberam e só souberam do ocorrido quando Rodolfo anunciou que eles teriam o tempo devolvido para concluir o raciocínio sobre o tema indagado pela direção da Band.

Leia Também:  Lira: Câmara repudia qualquer ato de violência decorrente de manifestações políticas

Após a correção, o encontro seguiu normalmente.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI