POLITÍCA NACIONAL

Para 49%, próximo presidente deve focar na economia, mostra Ipespe

Published

on

source
Pré-candidatos à Presidência que aparecem liderando as pesquisas eleitorais
Montagem iG / Imagens: Lula Marques/Agência PT; Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil; José Cruz/Agência Brasil; Valter Campanato/Agência Brasil

Pré-candidatos à Presidência que aparecem liderando as pesquisas eleitorais

Pesquisa Ipespe contratada pela XP Investimentos divulgada nesta sexta-feira (13)  mostra que 49% dos brasileiros consideram a agenda econômica como o tema mais importante para ser tratado pelo próximo presidente da República. 

Dentro da temática, os entrevistados pelo instituto fizeram menção a assuntos como inflação, desemprego, fome, miséria e salários.

De acordo com o levantamento, a inflação e o custo de vida são os temas que mais preocupam os eleitores, seguido pela educação. Depois, aparecem o desemprego e saúde como os tópicos que os brasileiros consideram mais importantes para que o próximo presidente discuta logo no início do governo.

Temas mais importantes para serem discutidos pelo próximo presidente, segundo pesquisa do Ipespe
Divulgação

Temas mais importantes para serem discutidos pelo próximo presidente, segundo pesquisa do Ipespe


Conforme a pesquisa estimulada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) continua liderando a corrida presidencial com 44% das intenções de voto , seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), que tem 32%.

Leia Também:  Participantes de audiência criticam proposta de privatização de serviços em penitenciárias

Depois, aparecem os nomes do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 8%, do ex-governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 3%, e do deputado federal André Janones (Avante), com 2%.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o primeiro turno das eleições de 2022 está marcado para ocorrer no dia 2 de outubro, e o segundo, no dia 30 do mesmo mês. 

Para realizar a pesquisa, o  Ipespe ouviu 1.000 pessoas por telefone, de 16 anos ou mais, entre os dias 9 e 11 de maio. O nível de confiança é de 95,5%. O levantamento foi registrado no TSE sob o número BR-02603/2022.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


Leia Também:  Instituições brasileiras estão preparadas para eleições, diz Bagley

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLITÍCA NACIONAL

Alexandre Kalil oficializa aliança com Lula em Minas Gerais

Published

on

source
Ex-presidente Lula (PT) e prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD)
Montagem iG / Fotos: Ricardo Stuckert/PR e BRUNO CANTINI

Ex-presidente Lula (PT) e prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD)

O pré-candidato ao governo de Minas Gerais e ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), oficializou nesta quinta-feira a aliança com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a disputa eleitoral do estado. Os dois partidos chegaram a um acordo após o PT retirar a candidatura ao Senado de seu líder na Câmara, Reginaldo Lopes. Em troca, vão poder indicar quem será o vice na chapa do ex-prefeito.

O nome de quem assumirá esse posto ainda não está decidido. Quem era cotado para ser vice de Kalil era o presidente da Assembleia Legislativa de Minas (ALMG), Agostinho Patrus, do mesmo partido do pré-candidato. Segundo Kalil, a definição do novo vice virá do deputado federal e estadual, mas precisará ser aprovada por ele.

“O Agostinho e o Reginaldo vão resolver. Depois dou meu aval”, disse Kalil ao GLOBO.

O impasse para formar um palanque entre Kalil e Lula acontecia porque ambos os partidos queriam manter seus candidatos ao Senado. Enquanto PT queria lançar Reginaldo, o PSD defendia ter o senador Alexandre Silveira para concorrer à reeleição.

Leia Também:  Assassinato do presidente do PSOL: com 4 na cena do crime, autor alega legítima defesa e será transferido ao presídio nesta 2ª

O obstáculo foi resolvido na semana passada após uma reunião de Lula com a presidente do PT, Gleisi Hoffmann (PR), Reginaldo e lideranças do PSD.

Kalil usou suas redes para anunciar o acordo com o PT e compartilhou um vídeo com um jingle feito para a aliança com o ex-presidente.

“Em Minas é Lula e Kalil”, escreveu.

Com o acordo com o PT, Agostinho Patrus espera ser indicado a uma vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE). A indicação do posto, que está aberto, será da assembleia, onde o deputado tem forte influência.

Para a posição de vice, o PT avalia tanto o nome de Reginaldo quanto o deputado estadual André Quintão.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Leia Também:  Câmara aprova projeto sobre instalação de antenas de telefonia

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI