POLITÍCA NACIONAL

Promulgada lei que libera R$ 1,2 bilhão para agricultores atingidos por seca

Published

on

Foi promulgada nesta quinta-feira (4) a Lei 14.433, de 2022, que abre crédito extraordinário para agricultores familiares cujas safras foram prejudicadas pela seca em quatro estados: Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. De acordo com o Ministério da Economia, os níveis de chuva na safra 2021/2022 ficaram abaixo da média histórica.

Os recursos vão financiar as parcelas de financiamentos contratados pelos produtores no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com vencimento entre 1º de janeiro e 30 de junho. O governo pode conceder descontos de até 58,5%.

A lei teve origem na Medida Provisória (MP) 1.111/2022, que recebeu relatório do senador Roberth Bringel (União-MA). Ele rejeitou as emendas apresentadas à proposta e manteve o texto original, de autoria do Executivo.

Antes de chegar ao Senado, a MP 1.111/2022 havia sido aprovada na Câmara dos Deputados, com parecer favorável do deputado federal Diego Garcia (Republicanos-PR). Ele também não promoveu mudanças no texto do Executivo.

Leia Também:  Queiroga libera R$ 127 milhões para compra de medicamentos

Em seu seu relatório, Bringel salientou que cerca de 200 mil propriedades rurais serão beneficiadas pela medida provisória. O senador também afirma que os recursos serão destinados  “em particular aos agricultores familiares que não têm cobertura do Programa de Garantia da Atividade Agropecuária (Proagro), ou seguro, e que tiveram suas rendas comprometidas, bem como a capacidade de pagamento de seus débitos financeiros, comprometendo a possibilidade de obter financiamento para safra seguinte.”

A lei indica como fonte de recursos o superávit financeiro apurado no balanço patrimonial do exercício de 2021, referente a recursos primários de livre aplicação.

Por Mateus Souza, sob supervisão de Sheyla Assunção

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: Agência Senado

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

POLITÍCA NACIONAL

Debate da Band em SP tem problema técnico

Published

on

Vinicius Poit e Tarcísio de Freitas foram prejudicados por uma falha técnica da Band
Reprodução/Band

Vinicius Poit e Tarcísio de Freitas foram prejudicados por uma falha técnica da Band

Neste domingo (7), o debate da Band entre os candidatos a governador de São Paulo apresentou um problema técnico logo no início. O encontro mediado por Rodolfo Schneider acabou tendo falha no microfone dos candidatos Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Vinícius Poit (Novo).

Rodolfo começou a atração comemorando o fato de ter iniciado a campanha eleitoral. “Que bom ouvir essa música”, disse o jornalista ao se referir à trilha sonora das eleições da emissora. Na sequência, explicou as regras ao público e realizou a primeira pergunta aos candidatos.

Fernando Haddad (PT), Rodrigo Garcia (PSDB), Tarcísio, Poit e Elvis Cezar (PDT) foram questionados sobre quais soluções eles tinham para a região da Cracolândia. Nesse momento, Tarcísio e Poit perderam 20 segundos por causa do problema técnico da emissora.

Os candidatos não perceberam e só souberam do ocorrido quando Rodolfo anunciou que eles teriam o tempo devolvido para concluir o raciocínio sobre o tema indagado pela direção da Band.

Leia Também:  Justiça do Rio decide que STJ deve avaliar delação contra Castro

Após a correção, o encontro seguiu normalmente.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI