RIO BRANCO

Incêndio é registrado em Urap de Rio Branco; bombeiros são acionados

Published

on

Um incêndio de pequena proporções foi registrado na madrugada desta terça-feira (13), na URAP Augusto Hidalgo de Lima, na rua Tião Natureza, no bairro João Eduardo, na região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

O incêndio iniciou-se por volta das 5h, quando o posto de saúde ainda estava fechado. Populares que passavam no local visualizaram a fumaça saindo de dentro da unidade de saúde e acionaram o Corpo de Bombeiros.

Os bombeiros adentraram na URAP e conseguiram apagar as chamas que estava dentro da sala de enfermagem, antes que se alastrasse para todo o prédio. O fogo consumiu equipamentos, computadores e a sala ficou totalmente destruída.

A direção informou à reportagem que os serviços à toda população ficarão suspensos nesta terça e quarta, até que seja restabelecida a energia elétrica.

A área foi isolada para os trabalhos de perícia. A causa do incêndio será confirmada após o laudo pericial, mas a princípio o Corpo de Bombeiros acredita que o fogo pode ter se iniciado através de um curto circuito na parte elétrica.

Leia Também:  Caso Jonhliane: Segundo dia de julgamento começa com depoimento de Ícaro

 

Contilnet

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

RIO BRANCO

Bocalom anuncia lançamento do programa “Minha Dignidade” que vai custear até 90% do terreno para moradia popular

Published

on

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, lançou na manhã desta sexta-feira, 30, o programa de habitação popular “Minha Dignidade”, que contou com a presença de secretários e da imprensa.

De acordo com Bocalom, o programa é um projeto pioneiro da prefeitura e tem por objetivo a construção de prédios com quatro andares, onde servidores públicos municipais e população em geral poderão realizar financiamento junto ao banco.

“Nunca teve um programa de habitação popular tão forte como esse que estamos fazendo agora, porque quem fez isso foi o estado, onde a prefeitura assumiu essa questão da habitação popular em Rio Branco”, disse o prefeito.

O diferencial trazido pelo prefeito Tião Bocalom é a oportunidade de haver um custeamento de boa parte do valor do apartamento por meio da prefeitura.

“Os servidores municipais que ganham de um até sete salários mínimos, dentro das faixas que o município vai subsidiar parte do terreno, dependendo da faixa remuneratória e a população em geral que ganha de um até três salários mínimos”, explicou o secretário de Gestão Administrativa (SMGA), Jonathan Santiago.

Leia Também:  Corpo carbonizado é encontrado em Rio Branco

Santiago disse ainda, que vai subir um estudo que pretende avaliar a possibilidade de estender o benefício desse sistema de moradias aos agentes de segurança pública, com o objetivo de ampliar a segurança nessas regiões.

Notícias da Hora

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI