RIO BRANCO

Preço da gasolina deve baixar em Rio Branco somente no final de semana, alerta Sindepac

Published

on

O Sindicato do Comércio de Derivados de Petróleo do Estado do Acre (Sindepac), informou que a redução do preço do litro da gasolina nos postos de combustível da capital acreana, deve ocorrer de sexta-feira, 19, a sábado, 20.

Na terça-feira, 16, a Petrobras anunciou a redução de 4,8% no preço da gasolina, diminuindo o valor do litro do combustível vendido às distribuidoras de R$ 3,71 para R$ 3,53. Em junho, o preço chegou a bater R$ 4,06. Esse é o terceiro reajuste para menos da gasolina no ano.

“Só depois que esvaziarem os tanques, quando forem renovar o estoque, é que essa diminuição de preços se refletirá nas bombas dos postos de Rio Branco. Ou seja, os comerciantes têm que primeiro vender o estoque adquirido com preço anterior”, frisou Delano Lima e Silva, presidente do (Sindepac).

Folha do Acre

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Projeto que trata sobre subsídio da empresa Ricco divide opinião de Vereadores de Rio Branco
Advertisement

RIO BRANCO

Bocalom anuncia lançamento do programa “Minha Dignidade” que vai custear até 90% do terreno para moradia popular

Published

on

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, lançou na manhã desta sexta-feira, 30, o programa de habitação popular “Minha Dignidade”, que contou com a presença de secretários e da imprensa.

De acordo com Bocalom, o programa é um projeto pioneiro da prefeitura e tem por objetivo a construção de prédios com quatro andares, onde servidores públicos municipais e população em geral poderão realizar financiamento junto ao banco.

“Nunca teve um programa de habitação popular tão forte como esse que estamos fazendo agora, porque quem fez isso foi o estado, onde a prefeitura assumiu essa questão da habitação popular em Rio Branco”, disse o prefeito.

O diferencial trazido pelo prefeito Tião Bocalom é a oportunidade de haver um custeamento de boa parte do valor do apartamento por meio da prefeitura.

“Os servidores municipais que ganham de um até sete salários mínimos, dentro das faixas que o município vai subsidiar parte do terreno, dependendo da faixa remuneratória e a população em geral que ganha de um até três salários mínimos”, explicou o secretário de Gestão Administrativa (SMGA), Jonathan Santiago.

Leia Também:  Governo quer mudar cobrança do frete de caminhoneiros

Santiago disse ainda, que vai subir um estudo que pretende avaliar a possibilidade de estender o benefício desse sistema de moradias aos agentes de segurança pública, com o objetivo de ampliar a segurança nessas regiões.

Notícias da Hora

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI