RIO BRANCO

Prefeitura de Rio Branco estuda abrir concurso público efetivo

Published

on

A Prefeitura de Rio Branco estuda a possibilidade de abrir um concurso público nos próximos dias.

Na publicação oficial não consta especificação das  áreas para quais serão abertas as vagas, entretanto, deixa aberta a possiblidade de a vontade do prefeito Tião Bocalom (PP) em realizar o concurso efetivo para a reposição de servidores na capital.

Tião Bocalom publicou no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (12) os nomes dos integrantes da Comissão do Concurso Público Efetivo para provimento de cargos do Município de Rio Branco e suas Autarquias. A Comissão tem como objetivo, administrar todos os atos pertinentes para perfeito desfecho do certame.

A comissão é formada dos seguintes nomes: Dougllas Jonathan Santiago de Souza; Andrea Ingrid Batista Rollo; Raquel Eline da Silva Albuquerque; Willian Alfonso Ferreira Filgueira; Antonia Célia Pinheiro do Nascimento; Osvaldo Rodrigues Santiago; Renata Pessoa da Costa; Ana Caroliny Silva Afonso Cabral, representante da OAB/AC. A Comissão será presidida pelo secretário Dougllas Santiago.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Gladson Cameli participa de ato cívico em alusão aos 112 anos de Brasileia
Advertisement

RIO BRANCO

Familiares de presos podem fechar BR-364 a qualquer momento: “Não vamos nos calar”

Published

on

A mulher de um dos educandos da Unidade Prisional Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, disse que os familiares dos presos estão se organizando para reivindicar melhorias no sistema prisional no interior.

nesta terça-feira, 27, o grupo vai procurar o diretor da unidade, Francisco de Assis e, caso não sejam definidas melhorias em curto prazo, a BR 364 será interditada.

“Aqui é um pouco complicado, porque já fizemos varias reivindicações e nada muda. As coisas acontecem em Rio Branco, mas não chegam aqui. Aqui ainda só podemos entrar com dois quilos de comida, o que passa é jogado fora”, lamentou a mulher que preferiu não ser identificada porque vem sendo ameaçada.

“Os policiais aqui nos ameaçam, dizem que vão transferir nossos maridos caso a gente reinvindique nossos direitos nas ruas. Mas o que podemos fazer? A polícia vai na porta da nossa casa se a gente for pra rua, a gente se sente só, sem saber com quem contar, mas não vamos desistir”, disse.

Leia Também:  Vereador quer criação de escola especializada para alunos autistas em Rio Branco

A mulher contou que os presos só recebem dois pacotes de bolacha por mês. “Nossas coisas são rasgadas, quebradas, jogadas fora se passar de dois quilos. O sabonete é cortado em quatro pedações e são mais de 14 presos numa cela sem nenhum ventilador. Se está quente aqui fora, imagine lá dentro”, desabafou.

Ela disse que uma nova tentativa de diálogo será feita nesta terça-feira, 27. “Vamos tentar ter uma conversa com o diretor, mas já estamos decididos a fechar a BR 364. Vamos reunir o máximo de famílias porque está todo mundo na mesma situação”, revelou.

“Não queremos prejudicar ninguém, mas as pessoas precisam saber o que está acontecendo. Fora as humilhações que já passamos a cada vez que precisamos entrar do sistema penitenciário, temos que ficar calados com a falta de humanidade? Não podemos nos calar, são nossos familiares que estão lá dentro, no calor sem tamanho”, desabafou.

Contilnet

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI