SAÚDE

Dores na lombar: veja como a fisioterapia ajuda no tratamento

Published

on

source
Dores na lombar: veja como a fisioterapia ajuda no tratamento
Redação EdiCase

Dores na lombar: veja como a fisioterapia ajuda no tratamento

Especialista ressalta a importância da fisioterapia para combater as dores na coluna

Por Julia Vitorazzo

A dor na coluna é mais comum do que se pensa e pode ser associada a diferentes situações, como a má postura, esforços repetitivos ou problemas mais sérios como hérnia de disco ou fraturas e tumores. Um levantamento realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra que 80% da população mundial pode ser afetada por problemas na coluna, sendo a segunda maior causa de aposentadoria por invalidez no Brasil. Esse alto percentual está relacionado principalmente ao estilo de vida sedentário e maus hábitos nas atividades do dia a dia.

> Asma: tipos, causas, sintomas e tratamentos

Tratamento fisioterapêutico adequado

“O tratamento para esse desconforto depende do tipo e da localização da dor e pode ser feito com o auxílio da fisioterapia, medicamentos e nos casos mais graves, cirurgia. A dor na coluna nunca deve ser ignorada e somente um especialista pode fazer o diagnóstico e indicar o tratamento mais adequado”, explica Bernardo Sampaio.

Leia Também:  Escoliose: conheça os tipos e saiba como identificar e tratar

Técnicas e recursos para cada caso

A partir da avaliação e orientação de um especialista é possível fazer um tratamento fisioterapêutico para dor lombar com a utilização de aparelhos e técnicas manuais para alívio da dor, exercícios terapêuticos que visam melhorar a funcionalidade para cada caso. É importante salientar que o tempo de tratamento pode variar de pessoa para pessoa e que as técnicas e recursos a serem utilizados também variam de caso para caso, mesmo tendo o mesmo diagnóstico.

“Podemos indicar exercícios de alongamento e fortalecimento utilizando faixas e elásticos, bem como exercícios de fortalecimento utilizando bola Suíça. O plano de tratamento e exercícios é individualizado para cada paciente. Por isso, a participação do fisioterapeuta é tão fundamental”, enfatiza o fisioterapeuta Bernardo Sampaio.

> Entenda o que é nistagmo, condição que afeta cantor do Black Eyed Peas

Medidas para tratar e prevenir dores na lombar

Esse desconforto atinge uma grande parte da população, estando entre as principais causas de absentismo ao trabalho. Mesmo essa dor, na maioria dos casos, sendo benigna, pode ser incômoda e incapacitante. Pode degradar muito a qualidade de vida das pessoas. Mas, felizmente, na maioria dos casos, existe um conjunto de medidas curativas e preventivas que nos permitem tratar e prevenir eficazmente este problema.

Leia Também:  Tiago Leifert comenta tratamento contra câncer da filha: 'Na batalha'

Por isso, o fisioterapeuta destaca a importância da prevenção, como prestar atenção na postura corporal no dia a dia, adotar estilo de vida saudável para evitar o sobrepeso, praticar atividade física regularmente e fazer alongamentos diários.

Confira mais informações sobre saúde na revista ‘Cuidando da saúde’

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

SAÚDE

8 dúvidas sobre cuidados com os pés masculinos

Published

on

8 dúvidas sobre cuidados com os pés masculinos
Redação EdiCase

8 dúvidas sobre cuidados com os pés masculinos

Dermatologista esclarece alguns questionamentos e dá dicas para cuidar dessa parte do corpo

Os homens têm se importado cada vez mais com a aparência e, por isso, buscam soluções práticas para problemas comuns do dia a dia. Confira, a seguir, as respostas do dermatologista Alexandre Y. Okubo sobre bem-estar e cuidado com os pés.

Síndrome do impacto: entenda as causas do problema que gera dor no ombro

1. Creme, esfoliante e gel. O que são e como usar?

São três produtos diferentes. Os cremes têm maior poder de hidratação e podem ser usados de uma a duas vezes por dia. Já os esfoliantes auxiliam na remoção de células mortas. Geralmente vêm com microesferas maiores para aumentar a eficácia. Podem ser utilizados uma vez por semana. Finalmente os géis desodorantes têm ação refrescante e podem ser usados de uma a duas vezes ao dia.

2. Os produtos para mãos e corpo podem ser usados nos pés?

Podem, mas o ideal é usar produtos específicos para cada região, uma vez que contêm concentrações de princípios ativos e tipos de ativos direcionados e adequados.

Leia Também:  Tiago Leifert comenta tratamento contra câncer da filha: 'Na batalha'

3. É verdade que o pé precisa “respirar”?

Sim, principalmente nos dias de altas temperaturas. O excesso de umidade e calor propicia a proliferação de fungos e bactérias que podem provocar doenças. Não há um tempo determinado, mas quanto mais arejado, melhor.

4. O que deve ser observado ao procurar um serviço especializado?

Para não correr riscos de contaminação, o local precisa ter boa higiene, utilizar materiais esterilizados (alicates, tesouras e pinças) e descartáveis (lixas, espátulas e palitos).

6 alimentos funcionais para inserir na rotina

5. Quais são as micoses mais comuns nos pés masculinos? Como tratá-las e evitá-las?

A mais frequente é a micose interdigital, mais conhecida como frieira. Ela é adquirida em ambientes úmidos e quentes, como praias, piscinas ou vestiários. O tratamento se dá com antifúngicos tópicos, como cremes, sprays ou soluções, e em casos mais graves, medicações via oral. Enxugar bem os pés após passar por esses ambientes é uma boa precaução para evitá-las.

6. Como melhorar o ressecamento dos pés?

Beba bastante água, use hidratantes específicos para os pés, faça uma esfoliação de manutenção a cada 15 dias e prefira meias de algodão quando for utilizar calçados fechados.

Leia Também:  7 tipos de alimentos ricos em proteínas

7. O que é o chulé? É verdade que os homens têm mais do que as mulheres?

O chulé é causado pela presença de bactérias que degradam o suor, eliminando um odor típico. Sapatos fechados, de borracha ou de plástico, e meias com pouca capacidade de secar a transpiração facilitam a produção de suor e impedem a ventilação dos pés, contribuindo para o problema. Homens transpiram mais e geralmente ficam mais tempo com calçados fechados, por isso a incidência de bromidrose, odores provenientes do suor, é maior neles.

8. Os talcos resolvem o problema do chulé?

Os talcos ajudam a manter os pés secos por mais tempo, além de conter princípios ativos que diminuem a proliferação de bactérias.

Confira mais notícias sobre saúde na revista ‘Cuidando da saúde’

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI