Sem Categoria

Amigos se despedem de “Peixinho”, acadêmico do Curso de Química da Ufac, morto nesta madrugada

Published

on

Amigos de Érick Maia, de 21 anos, estudante do Curso de Química da Ufac, amanheceram nesta domingo consternados com o falecimento do colega, vítima de um acidente de trânsito durante a madrugada. Maia era tido como um dos alunos mais inteligentes da universidade. Ele perdeu o controle de sua motocicleta e estaria em velocidade acima do permitida para uma via próxima ao Residencial Green Garden, no conjunto Edson Cadaxo.  Erick era carinhosamente chamado de “peixinho”.
“O curso de química não será mais o mesmo, pra mim sem você. Nossa apresentação que íamos fazer quarta, vai me deixar sozinha?
Eu não tô acreditando, tão novo, tão cheio de vida. Mas agora está nos braços de Deus”, escreveu Bethânia Mariussa, colega de sala.
“Acordar com essa notícia não tá sendo fácil. Nunca mais vou ver aquele garoto inteligente que eu conheci desde menino..Vai com Deus meu sobrinho querido”, postou Léia Furtado, tia de Érick.  Natália Mota escreveu: “dói tanto, não dá pra acreditar, deixo aqui meus sentimentos, você não vai poder ler essa mensagem, não vou poder te ver mais, abraçar, brincar… como dói meu primo, sangue do meu sangue, Descanse em paz”.

Leia Também:  Prefeitura realiza mutirão de limpeza na Cidade do Povo

NOTA DE PESAR

O Diretório Central dos Estudantes da UFAC, vem em nota, lamentar o falecimento do discente do curso de Química, acadêmico Erick Maia. Nesse momento de dor e sofrimento com a interrupção da vida de um rapaz tão jovem e cheio de sonhos, desejamos força a família e a todos os amigos enlutados.
Diretório Central dos Estudantes da UFAC

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

manchete

Com 75% das escolas fechadas devido à greve, prefeito de Rio Branco recua e propõe pagar piso em duas parcelas

Published

on

O impasse entre a Prefeitura de Rio Branco e os servidores da rede pública de Educação continua e cerca de 75% das escolas seguem sem aulas na capital por conta da greve. Nesta terça-feira (29), o prefeito Tião Bocalom afirmou que recuou e que vai pagar o piso aos professores em duas parcelas ainda este ano.
Esta era uma das pautas dos trabalhadores, mas, segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, a proposta ainda não foi formalizada e entregue ao sindicato e, pelo que foi divulgado, ela não contempla o que a categoria tem pedido. Por isso, a greve está mantida.
Os servidores municipais de Educação estão em greve desde o dia 24 do mês passado. Desde então, a categoria tem feito vários protestos pela cidade, inclusive junto com servidores da Educação estadual, que também estão com as atividades paralisadas.
A categoria pede:
– Reformulação de Plano de Cargo Carreira e Remuneração (PCCR);
– Piso nas carreiras aos professores, com 50% de diferença do nível médio para superior;
– Piso de uma única parcela aos professores;
– Piso dos funcionários de escolas que é de R$ 1.400, a proposta do Sinteac é de R$ 1.956;
– E se coloca contra a proposta da prefeitura de aumentar tempo de serviço para progressão salarial;
– Convocação efetiva do concurso de 2018.
A categoria voltou a protestar nesta terça em frente à Câmara de Vereadores de Rio Branco.
“A categoria disse que aceitaria o pagamento do piso em até duas parcelas. Além disso, que fosse avançada a pauta dos funcionários de escola, com piso de R$ 1,7 mil e R$ 1,8 mil. Aí, o prefeito está avançando com professores, mas não avançou com funcionários de apoio. Nós construímos algo com a categoria, que só vai sair da greve, avançando tanto na proposta dos professores como dos funcionários. Nós já abrimos mão demais”, disse Rosana.
Fonte: G1 Acre

Leia Também:  Fotos: mais de 200 carros seguem cortejo do policial acreano morto por Covid, nesta segunda-feira

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI