Sem Categoria

Canceladas as cirurgias cardíacas e exames complexos no Hospital Santa Juliana após calote do Governo do Acre: “não vamos mais financiar o Estado”

Published

on

Imagem mostra o governador Tião Viana e religiosos da Igreja Católica em evento no Santa Juliana


O Hospital Santa Juliana, o único do Acre habilitado para cirurgias de alta complexidade, cancelou todos os procedimentos cirúrgicos em pacientes com problemas cardíacos. Um comunicado  (veja ao lado) endereçado a todas as paróquias, datado desta quarta-feira e assinado pelo bispo Joaquim Pertinez, oficializa a decisão tomada pelo Conselho Paroquial da Diocese de Rio Branco. O documento não menciona o tamanho da dívida, mas acusa textualmente a Secretaria Estadual de Saúde. A Igreja Católica, que faz a gestão do hospital, consultou o Ministério Público antes de emitir o comunicado. E diz ter esgotado todas as tentativas possíveis para negociar a dívida.

Carta assinada pelo bispo e padres da Diocese de Rio Branco


“O Hospital Santa Juliana não pode continuar financiando o Estado, como ao longo desses últimos anos teve que fazer em repetidas ocasiões, pois fornecedores de materiais cirúrgicos, anestesistas e cirurgiões se negam a realizar mais procedimentos se não recebem por seus trabalhos realizados”, diz o documento.  A unidade hospitalar é o único de caráter filantrópico a atender 60% da demanda do SUS no Acre.O hospital alerta que não poderá ser responsabilizado por eventuais mortes decorrentes do não atendimento aos pacientes. Estão cancelados, ainda, os exames de cintilografia (radiação em tecidos humanos), densitrometria (medição de densidade óptica em chapas fotográficas) e litotripsia ( procedimento e técnica médica cirúrgica utilizada para o tratamento de cálculos).
 

Leia Também:  Motorista de ônibus reage a assalto e manda bandido para o hospital, em Rio Branco

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

manchete

Com 75% das escolas fechadas devido à greve, prefeito de Rio Branco recua e propõe pagar piso em duas parcelas

Published

on

O impasse entre a Prefeitura de Rio Branco e os servidores da rede pública de Educação continua e cerca de 75% das escolas seguem sem aulas na capital por conta da greve. Nesta terça-feira (29), o prefeito Tião Bocalom afirmou que recuou e que vai pagar o piso aos professores em duas parcelas ainda este ano.
Esta era uma das pautas dos trabalhadores, mas, segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, a proposta ainda não foi formalizada e entregue ao sindicato e, pelo que foi divulgado, ela não contempla o que a categoria tem pedido. Por isso, a greve está mantida.
Os servidores municipais de Educação estão em greve desde o dia 24 do mês passado. Desde então, a categoria tem feito vários protestos pela cidade, inclusive junto com servidores da Educação estadual, que também estão com as atividades paralisadas.
A categoria pede:
– Reformulação de Plano de Cargo Carreira e Remuneração (PCCR);
– Piso nas carreiras aos professores, com 50% de diferença do nível médio para superior;
– Piso de uma única parcela aos professores;
– Piso dos funcionários de escolas que é de R$ 1.400, a proposta do Sinteac é de R$ 1.956;
– E se coloca contra a proposta da prefeitura de aumentar tempo de serviço para progressão salarial;
– Convocação efetiva do concurso de 2018.
A categoria voltou a protestar nesta terça em frente à Câmara de Vereadores de Rio Branco.
“A categoria disse que aceitaria o pagamento do piso em até duas parcelas. Além disso, que fosse avançada a pauta dos funcionários de escola, com piso de R$ 1,7 mil e R$ 1,8 mil. Aí, o prefeito está avançando com professores, mas não avançou com funcionários de apoio. Nós construímos algo com a categoria, que só vai sair da greve, avançando tanto na proposta dos professores como dos funcionários. Nós já abrimos mão demais”, disse Rosana.
Fonte: G1 Acre

Leia Também:  Com emenda de Alan Rick, Hospital do Idoso ganha novos monitores cardíacos.

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI