Sem Categoria

Candidata à terceirização já fez visita técnica no Huerb, aguarda Sesacre e tem negócios em Goiânia e Tocantins

Published

on

O Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar (IBGH) é uma das organizações sociais com maior chance de vencer o que chamam de “chamamento público” para escolher quem vai gerenciar o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb). O assessor técnico da OS, Gilberto Torres, após ser localizado pela reportagem de acjornal.com no Estado de Goiás, admitiu ter feito visitas na capital do Acre para “conhecer a estrutura a ser absorvida”. Segundo ele, “todo o processo está sendo administrado pela Secretaria de Saúde do Acre”. A assessoria técnica da Sesacre, no entanto, informou que não tem nada a declarar neste momento.
“É uma estrutura interessante e nós temos plena capacidade de fazer a gestão. Recentemente, assumimos uma unidade semelhante ao Huerb aqui em Goiânia”, disse Gilberto Torres. O funcionário do IBGH insistiu em saber quem havia repassado o seu contato, e negou-se a falar sobre a proposta do instituto para tornar o Huerb uma unidade hospitalar eficiente. Questionado sobre o que será feito dos trabalhadores – e se haveria demissões – Gilberto Torres disse: “isso não é da minha área”. E desligou o telefone.
O IBGH   é uma associação privada, com personalidade jurídica, sem fins lucrativos, que recebe subvenção do Estado para prestar serviços de relevante interesse público. “Nossa gestão é focada no cumprimento de metas, comprometimento aos princípios básicos e critérios legais do Sistema Único de Saúde”, diz a mensagem institucional do instituto. Sua diretoria é formada por médicos, administradores e especialistas em gestão hospitalar. Atualmente, é responsável pela gestão de Hospitais e Unidades de Pronto Atendimento em Goiás e Tocantis.

Leia Também:  Morre bebê de 9 meses e já são quatro as vítimas fatais da explosão em barco em Cruzeiro do Sul; mãe morreu na 3ª

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

manchete

Com 75% das escolas fechadas devido à greve, prefeito de Rio Branco recua e propõe pagar piso em duas parcelas

Published

on

O impasse entre a Prefeitura de Rio Branco e os servidores da rede pública de Educação continua e cerca de 75% das escolas seguem sem aulas na capital por conta da greve. Nesta terça-feira (29), o prefeito Tião Bocalom afirmou que recuou e que vai pagar o piso aos professores em duas parcelas ainda este ano.
Esta era uma das pautas dos trabalhadores, mas, segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, a proposta ainda não foi formalizada e entregue ao sindicato e, pelo que foi divulgado, ela não contempla o que a categoria tem pedido. Por isso, a greve está mantida.
Os servidores municipais de Educação estão em greve desde o dia 24 do mês passado. Desde então, a categoria tem feito vários protestos pela cidade, inclusive junto com servidores da Educação estadual, que também estão com as atividades paralisadas.
A categoria pede:
– Reformulação de Plano de Cargo Carreira e Remuneração (PCCR);
– Piso nas carreiras aos professores, com 50% de diferença do nível médio para superior;
– Piso de uma única parcela aos professores;
– Piso dos funcionários de escolas que é de R$ 1.400, a proposta do Sinteac é de R$ 1.956;
– E se coloca contra a proposta da prefeitura de aumentar tempo de serviço para progressão salarial;
– Convocação efetiva do concurso de 2018.
A categoria voltou a protestar nesta terça em frente à Câmara de Vereadores de Rio Branco.
“A categoria disse que aceitaria o pagamento do piso em até duas parcelas. Além disso, que fosse avançada a pauta dos funcionários de escola, com piso de R$ 1,7 mil e R$ 1,8 mil. Aí, o prefeito está avançando com professores, mas não avançou com funcionários de apoio. Nós construímos algo com a categoria, que só vai sair da greve, avançando tanto na proposta dos professores como dos funcionários. Nós já abrimos mão demais”, disse Rosana.
Fonte: G1 Acre

Leia Também:  Especialista em saúde pública defende demissão dos diretores da Sesacre por incompetência

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI