Sem Categoria

Morre em Cusco o “Texeirinha do Acre”. Filha tem passaporte retido por dívida com hospital e família pede ajuda para traslado do corpo

Published

on

O teatrólogo, músico e professor de Artes João Batista Nascimento, o “Teixeirinha do Acre”, faleceu às 17 horas deste domingo, num hospital da cidade peruana de Cusco, onde estava internado havia alguns dias. A filha dele, Josi Soares, teve o passaporte retido pelo hospital e não pode deixar o país enquanto a família não quitar uma dívida referente aos dias de internação, estimada em R$ 6,5 mil. O translado do corpo até Rio Branco tem custos extras que podem chegar a R$ 12 mil, incluindo as burocracias exigidas pelo governo local. O passaporte foi dado como garantia no momento em que o músico deu entrada no hospital.
Como os familiares de “Texeirinha” não dispõem desse dinheiro, uma campanha está sendo lançada nas redes sociais para sensibilizar amigos do músico a ajudar a cobrir as despesas.  Os dados bancários seguem abaixo:
Banco do Brasil
Agência 2358-2
C/c 32.929-0
Josy Soares Assunção
Também conhecido como “João Manhãs”, devido ao sucesso que fez no rádio na década de 80, “Texeirinha” foi dado como morto no início da semana passada, após um ataque cardíaco. A informação chegou a ser atualizada horas depois, quando o próprio hospital a firmou que o paciente apresentava sinais vitais, embora seu quadro clínico fosse bastante grave. A presidente da Fundação Elias Mansour, Karla Martins, emitiu nota explicativa. Do governo, a família espera ajuda também, no sentido de realizar um sepultamento digno e evitar transtornos maiores.
A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinteac), Rosana Nascimento, faz apelo á categoria, para que, se puderem, ajudem com qualquer valor. A entidade fará uma doação em dinheiro.
 
 

Leia Também:  Sem perspectivas em Roraima, chegam ao Acre os primeiros imigrantes venezuelanos

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

manchete

Com 75% das escolas fechadas devido à greve, prefeito de Rio Branco recua e propõe pagar piso em duas parcelas

Published

on

O impasse entre a Prefeitura de Rio Branco e os servidores da rede pública de Educação continua e cerca de 75% das escolas seguem sem aulas na capital por conta da greve. Nesta terça-feira (29), o prefeito Tião Bocalom afirmou que recuou e que vai pagar o piso aos professores em duas parcelas ainda este ano.
Esta era uma das pautas dos trabalhadores, mas, segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, a proposta ainda não foi formalizada e entregue ao sindicato e, pelo que foi divulgado, ela não contempla o que a categoria tem pedido. Por isso, a greve está mantida.
Os servidores municipais de Educação estão em greve desde o dia 24 do mês passado. Desde então, a categoria tem feito vários protestos pela cidade, inclusive junto com servidores da Educação estadual, que também estão com as atividades paralisadas.
A categoria pede:
– Reformulação de Plano de Cargo Carreira e Remuneração (PCCR);
– Piso nas carreiras aos professores, com 50% de diferença do nível médio para superior;
– Piso de uma única parcela aos professores;
– Piso dos funcionários de escolas que é de R$ 1.400, a proposta do Sinteac é de R$ 1.956;
– E se coloca contra a proposta da prefeitura de aumentar tempo de serviço para progressão salarial;
– Convocação efetiva do concurso de 2018.
A categoria voltou a protestar nesta terça em frente à Câmara de Vereadores de Rio Branco.
“A categoria disse que aceitaria o pagamento do piso em até duas parcelas. Além disso, que fosse avançada a pauta dos funcionários de escola, com piso de R$ 1,7 mil e R$ 1,8 mil. Aí, o prefeito está avançando com professores, mas não avançou com funcionários de apoio. Nós construímos algo com a categoria, que só vai sair da greve, avançando tanto na proposta dos professores como dos funcionários. Nós já abrimos mão demais”, disse Rosana.
Fonte: G1 Acre

Leia Também:  Bolsonaro, Marina, Ciro, Alckmin: quem vira favorito numa eleição sem Lula?

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI