Sem Categoria

Raimundinho e Railson visitam comunidades isoladas e recebem apoio de líderes políticos no Juruá

Published

on

O deputado Raimundinho da saúde (Podemos) visitou comunidades rurais e recebeu apoio de lideranças políticas em cinco dias de visita ao Vale do Juruá. O deputado e o irmão vereador, Railson Correia, iniciaram a agenda ainda na quarta-feira, véspera de feriado, nas cidades de Feijó, Tarauacá,  Cruzeiro do Sul, Rodrigues Alves, Mâncio Lima e nas Vilas Santa Rosa e São Pedro.
Líderes políticos desses municípios reafirmaram apoio ao mandato dos parlamentares em prestigiadas reuniões com a presença de amigos e simpatizantes do partido. “A idéia é fortalecer o Podemos, para que nosso partido chegue bem mais forte nas eleições de 2018. A receptividade não poderia ser melhor. Foi gratificante”, declarou Raimundinho.
Railson, por sua vez, destacou a importância de ouvir comunidades onde o poder público tem dificuldades de chegar. “Fomos conferir de perto a situação em que vivem os moradores mais isolados. Essas visitas são necessárias para podermos ajudar mais essas famílias, principalmente as que precisam de algum tipo de tratamento, exames e outros tipos de cuidados inerentes à saúde pública”, disse.
A imprensa local deu destaque à visita dos parlamentares. “É muito bom poder estar perto da população, deste que me deram quatro anos de mandatos como deputado estadual. Poder ouvir o que eles têm para falar e mostrar nossos projetos para as eleições do ano que vem, que estão chegando. Sentir o carinho de todos e a felicidade de poder cumprir com honestidade o voto de confiança depositado por todos, durante esses quatro anos de mandato, nos dá folego para continuar trabalhando ainda mais por todos”, declarou Raimundinho da Saúde ao Portal Juruá em Tempo.

Leia Também:  Oficial do Gabinete Militar no Governo Orleir Cameli é morto a tiros em Sena Madureira

COMENTE ABAIXO:
Advertisement
Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

manchete

Com 75% das escolas fechadas devido à greve, prefeito de Rio Branco recua e propõe pagar piso em duas parcelas

Published

on

O impasse entre a Prefeitura de Rio Branco e os servidores da rede pública de Educação continua e cerca de 75% das escolas seguem sem aulas na capital por conta da greve. Nesta terça-feira (29), o prefeito Tião Bocalom afirmou que recuou e que vai pagar o piso aos professores em duas parcelas ainda este ano.
Esta era uma das pautas dos trabalhadores, mas, segundo a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento, a proposta ainda não foi formalizada e entregue ao sindicato e, pelo que foi divulgado, ela não contempla o que a categoria tem pedido. Por isso, a greve está mantida.
Os servidores municipais de Educação estão em greve desde o dia 24 do mês passado. Desde então, a categoria tem feito vários protestos pela cidade, inclusive junto com servidores da Educação estadual, que também estão com as atividades paralisadas.
A categoria pede:
– Reformulação de Plano de Cargo Carreira e Remuneração (PCCR);
– Piso nas carreiras aos professores, com 50% de diferença do nível médio para superior;
– Piso de uma única parcela aos professores;
– Piso dos funcionários de escolas que é de R$ 1.400, a proposta do Sinteac é de R$ 1.956;
– E se coloca contra a proposta da prefeitura de aumentar tempo de serviço para progressão salarial;
– Convocação efetiva do concurso de 2018.
A categoria voltou a protestar nesta terça em frente à Câmara de Vereadores de Rio Branco.
“A categoria disse que aceitaria o pagamento do piso em até duas parcelas. Além disso, que fosse avançada a pauta dos funcionários de escola, com piso de R$ 1,7 mil e R$ 1,8 mil. Aí, o prefeito está avançando com professores, mas não avançou com funcionários de apoio. Nós construímos algo com a categoria, que só vai sair da greve, avançando tanto na proposta dos professores como dos funcionários. Nós já abrimos mão demais”, disse Rosana.
Fonte: G1 Acre

Leia Também:  Sem água e sem comida: juiz federal do AC dá 48 horas para Governo Bolsonaro explicar apoio a imigrantes na fronteira com Peru

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI