manchete

Gladson Cameli muda o comando da SEFAZ e da Casa Civil

Published

on

A edição do diário oficial desta quarta-feira (17) veio recheada de mudanças no organograma de duas das mais importantes pastas do governo do estado.
Flávio Silva que estava há mais de um ano comando da Casa Civil, deixa a pasta e vai para Secretaria Extraordinária de Assuntos Governamentais – SEGOV. Em seu lugar entra Rômulo Grandidier, que estava como titular da Fazenda e foi convocado para nova função.
Na Fazenda, Amarisio Freitas de Souza foi nomeado como novo secretário e tem desafios de tocar a política financeira do estado em tempos de crise econômica no país.
Tanto Rômulo quanto Flávio Silva são de extrema confiança do governador Gladson Cameli (PP), que impõe uma mexida profunda no primeiro escalão a fim de dinamizar o último ano de sua gestão.
Outras mudanças virão !

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Gladson vai a Sena Madureira e assina convênio de R$ 669 mil para abertura de ramais
Advertisement

manchete

Servidores da Educação e Saúde do AC mantém greve após aprovação de reajuste e auxílio alimentação

Published

on

Servidores da Educação e Saúde do estado decidiram manter a paralisação das atividades e atendimentos após aprovação dos reajustes salariais e auxílio alimentação pelos deputados na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). As categorias se reúnem na próxima semana para discutir os próximos passos da greve.
A greve da Educação começou no dia 16 de fevereiro. O motivo é a paralisação dos servidores da pasta por melhorias salariais, concurso público e outras reivindicações. Por conta da paralisação, o início das aulas foram adiadas do dia 4 de abril para o dia 11.
“Vamos fazer a assembleia na segunda-feira [4] às 9h no Centro. Não era o que queríamos, queremos manter nossa estrutura de carreira, os percentuais entre os níveis, manter os percentuais entre nossas referências e, infelizmente, nos tiraram tudo. Vamos apresentar e discutir como ficou o projeto”, afirmou a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento.
Os sindicatos dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac) e dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) também se posicionaram a favor da paralisação. Para o Sindmed-AC, a reposição de 5,42% é ofensiva e o governo descumpriu o acordo.
“O descumprimento do acordo representou uma grande decepção para a categoria, uma ofensa, pois já havia concordância, por meio de negociação fechada, em junho do ano passado, que existiria a reposição inflacionária dos dois últimos anos”, pontuou o vice-presidente do sindicato, Rodrigo Prado.
O presidente do Sintesac, Adailton Cruz, disse que a categoria se reúne na próxima terça-feira (5) em uma assembleia geral para discutir se continua ou não com o movimento. “O reajuste aprovado não é o que o governo se comprometeu, não é nem a metade do que foi acordado. Os trabalhadores estão muito decepcionado”, revelou.
Com informações G1 Acre

Leia Também:  Governador Gladson solicita ao BNDES prioridade na aprovação de projetos de infraestrutura

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI