manchete

OCA passa a atender cidadãos dentro da Fundação Hospitalar, em Rio Branco

Published

on

Da Secom
A Política de Atendimento ao Cidadão, estabelecida no Acre por meio do decreto n° 3.357 de 2008 e cuja implantação nos setores públicos é de responsabilidade da Organização em Centros de Atendimento (OCA), chegará a mais um órgão governamental, desta vez, a Fundação Hospital do Acre (Fundhacre). O decreto se baseia no princípio constitucional de que todos os cidadãos são iguais perante a lei, com direito, por parte do Estado, a um atendimento de qualidade, prestado com atenção, cortesia e respeito.
Em julho, a equipe responsável pela implantação do programa esteve reunida com o presidente da Fundhacre, João Paulo Silva, para tratar da implementação da Política de Atendimento ao Cidadão e do melhoramento dos processos e fluxos nos setores da Fundação.
Após uma série de estudos e pesquisas naquela unidade de saúde, baseada em visitas monitoradas e espontâneas, a equipe da OCA produziu um relatório de diagnóstico situacional, que foi apresentado na sexta-feira, 17, à equipe da Fundhacre, estabelecendo os pontos mais críticos do acolhimento da unidade.
A equipe apresentou, ainda, proposições de melhorias, que devem ser implantadas ainda este ano. “Neste primeiro momento, será proposta uma melhoria nos fluxos de atendimentos voltados à recepção e acolhimento do cidadão”, explica Anderson Cogo, chefe do Departamento da Política de Atendimento da OCA.
A diretora técnica da OCA, Francisca Brito, explica que a unidade está reunindo esforços para implantar gradualmente a Política de Atendimento na instituição e expandir a melhoria a todos os órgãos do Estado nos próximos anos. “A iniciativa faz parte do desejo do governador Gladson Cameli em garantir que o cidadão acreano tenha acesso ao melhor atendimento possível”, disse a diretora.

Leia Também:  Prefeitura divulga resultado preliminar de processo seletivo da saúde; Confira

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

manchete

Servidores da Educação e Saúde do AC mantém greve após aprovação de reajuste e auxílio alimentação

Published

on

Servidores da Educação e Saúde do estado decidiram manter a paralisação das atividades e atendimentos após aprovação dos reajustes salariais e auxílio alimentação pelos deputados na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). As categorias se reúnem na próxima semana para discutir os próximos passos da greve.
A greve da Educação começou no dia 16 de fevereiro. O motivo é a paralisação dos servidores da pasta por melhorias salariais, concurso público e outras reivindicações. Por conta da paralisação, o início das aulas foram adiadas do dia 4 de abril para o dia 11.
“Vamos fazer a assembleia na segunda-feira [4] às 9h no Centro. Não era o que queríamos, queremos manter nossa estrutura de carreira, os percentuais entre os níveis, manter os percentuais entre nossas referências e, infelizmente, nos tiraram tudo. Vamos apresentar e discutir como ficou o projeto”, afirmou a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento.
Os sindicatos dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac) e dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) também se posicionaram a favor da paralisação. Para o Sindmed-AC, a reposição de 5,42% é ofensiva e o governo descumpriu o acordo.
“O descumprimento do acordo representou uma grande decepção para a categoria, uma ofensa, pois já havia concordância, por meio de negociação fechada, em junho do ano passado, que existiria a reposição inflacionária dos dois últimos anos”, pontuou o vice-presidente do sindicato, Rodrigo Prado.
O presidente do Sintesac, Adailton Cruz, disse que a categoria se reúne na próxima terça-feira (5) em uma assembleia geral para discutir se continua ou não com o movimento. “O reajuste aprovado não é o que o governo se comprometeu, não é nem a metade do que foi acordado. Os trabalhadores estão muito decepcionado”, revelou.
Com informações G1 Acre

Leia Também:  Bocalom acompanha imunização de idosos nesse sábado em Rio Branco

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI