manchete

Única testemunha reconstitui sozinho acidente com caminhonete que pode ter deixado paraplégico servidor da Emurb

Published

on

O produtor rural identificado apenas por Vicente, morador da comunidade “Vai se vê”, usou o próprio carro para fazer a reconstituição do acidente com a caminhonete da prefeitura de Rio Branco que no mês passado despencou de uma ponte de 12 metros de altura, com quatro trabalhadores dentro, em um ramal da Estrada Transacreana.
Seu Vicente é a única testemunha do acidente e foi ele quem acionou as equipes de resgate através de um telefone rural que tem em casa. Foi ele, também, quem fez o primeiro atendimento às vitimas presas às ferragens.
No vídeo enviado à redação do ACjornal, o produtor rural explica porque decidiu fazer, por conta própria, a reconstituição do acidente.
Ele parabeniza o SAMUR e a prefeitura de Rio Branco pela atenção dada aos envolvidos no caso.
“Eu decidi fazer isso para que todos tenham um entendimento, de fato, do que aconteceu para que o condutor da caminhonete perdesse o controle do carro vindo a cair da ponte que fica a menos de duzentos metros do terreiro da minha casa. Graças a deus que não tivemos vitimas fatais e eu não posso deixar de registrar, aqui, a agilidade do SAMU e o esforço da prefeitura de Rio Branco no socorro aos feridos”, disse seu Vicente.
(Veja o vídeo na integra )
O “Pequeno”, citado no vídeo por seu Vicente, é o coordenador municipal do programa de abertura de ramais da capital acreana, Sebastião Sena, que dirigia a caminhonete com três colegas de trabalho dentro.
Ele ficou em situação de saúde mais grave e até o presente momento aguarda o diagnostico final da equipe médica do pronto socorro de Rio Branco sobre a possibilidade de ainda voltar a andar.
Outras três vítimas no acidente já se encontram em casa sob acompanhamento médico.
 

Leia Também:  Cantor sertanejo vítima de acidente de carro em Tarauacá segue em UTI aérea para São Paulo

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

manchete

Servidores da Educação e Saúde do AC mantém greve após aprovação de reajuste e auxílio alimentação

Published

on

Servidores da Educação e Saúde do estado decidiram manter a paralisação das atividades e atendimentos após aprovação dos reajustes salariais e auxílio alimentação pelos deputados na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). As categorias se reúnem na próxima semana para discutir os próximos passos da greve.
A greve da Educação começou no dia 16 de fevereiro. O motivo é a paralisação dos servidores da pasta por melhorias salariais, concurso público e outras reivindicações. Por conta da paralisação, o início das aulas foram adiadas do dia 4 de abril para o dia 11.
“Vamos fazer a assembleia na segunda-feira [4] às 9h no Centro. Não era o que queríamos, queremos manter nossa estrutura de carreira, os percentuais entre os níveis, manter os percentuais entre nossas referências e, infelizmente, nos tiraram tudo. Vamos apresentar e discutir como ficou o projeto”, afirmou a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento.
Os sindicatos dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac) e dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) também se posicionaram a favor da paralisação. Para o Sindmed-AC, a reposição de 5,42% é ofensiva e o governo descumpriu o acordo.
“O descumprimento do acordo representou uma grande decepção para a categoria, uma ofensa, pois já havia concordância, por meio de negociação fechada, em junho do ano passado, que existiria a reposição inflacionária dos dois últimos anos”, pontuou o vice-presidente do sindicato, Rodrigo Prado.
O presidente do Sintesac, Adailton Cruz, disse que a categoria se reúne na próxima terça-feira (5) em uma assembleia geral para discutir se continua ou não com o movimento. “O reajuste aprovado não é o que o governo se comprometeu, não é nem a metade do que foi acordado. Os trabalhadores estão muito decepcionado”, revelou.
Com informações G1 Acre

Leia Também:  Comissão aprova projeto que prevê auxílio-acidente para contribuinte individual da Previdência Social

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI