manchete

Voz das Selvas: jornalismo da Rádio Difusora Acreana tem reforço de 37 assessores de imprensa que trabalham nas secretarias de estado

Published

on

Desde o inicio desta semana a Difusora Acreana, rádio estatal de maior alcance no  Acre, passou a contar com o reforço profissional de 37 Assessores de imprensa que trabalham nas secretarias estaduais para uma divulgação mais ampla das ações do governo de interesse público.
Segundo o diretor da emissora, jornalista Raimundo Fernandes, a idéia consiste em transformar os assessores de imprensa em repórter colaborador da Difusora, agindo em suas secretarias de origem.
“Todo o conteúdo jornalístico que eles já produzem, diariamente, em suas repartições, sobre os projetos e programas do governo em execução no Estado inteiro, agora será divulgado, também, por eles mesmos, em nossos programas de maior audiência”, disse Raimundo Fernandes.
Uma reunião de trabalho na manhã da última terça-feira, seguida de café da manhã na redação da própria Radio Difusora, e uma visita às instalações da emissora, selou a parceria com os assessores de imprensa do quadro de servidores do Estado.
O atual diretor de jornalismo da emissora, radialista Damião Viana, deu as boas vindas aos novos colaboradores e apresentou a potencialidade em alcance de cobertura da rádio, conhecida também como a Voz das Selvas.
“A gente é uma emissora pública do governo do Estado do Acre que opera com dois transmissores de médio e longo alcance que vão dinamizar ainda mais, a partir de agora, a divulgação das ações do governo nos quatro cantos do Estado e, principalmente, para as comunidades mais distantes na zona rural”. Disse o radialista.
Para o repórter Jotha Guimarães, um dos autores do novo plano de expansão de cobertura jornalística da Rádio Difusora Acreana, a idéia de trazer os assessores de imprensa para divulgarem suas produções na emissora preenche um espaço que existia dentro do sistema público de comunicação.
“A Rádio Difusora é do Estado. Os assessores de imprensa são profissionais contratados pelo Estado para produzirem conteúdo jornalístico sobre as ações governamentais de interesse público. No entanto, essas pessoas não tinham acesso aos microfones da maior emissora do próprio governo. Mas, agora, com essa parceria fica preenchido a lacuna que existia na rede de divulgação das ações governamentais”. Ressaltou o jornalista.
A proposta foi idealizada sobe orientação da pessoa do próprio secretario de comunicação do Estado, jornalista Rutembergue Crispim, que fez questão de está presente, pessoalmente, na cerimônia de boas vindas aos novos colaboradores da Rádio Difusora Acreana.
“O que nos fizemos aqui, chama si capacidade de gestão. Que nada mais é do que lançar mão do que você já tem à disposição para melhorar nossa prestação de serviço à população, conforme nos solicita, todos os dias, o nosso governador Gladson Cameli”. Disse o secretario de comunicação.

Leia Também:  PF reforçada: 494 alunos concluem Curso de Formação Policial

COMENTE ABAIXO:
Advertisement

manchete

Servidores da Educação e Saúde do AC mantém greve após aprovação de reajuste e auxílio alimentação

Published

on

Servidores da Educação e Saúde do estado decidiram manter a paralisação das atividades e atendimentos após aprovação dos reajustes salariais e auxílio alimentação pelos deputados na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac). As categorias se reúnem na próxima semana para discutir os próximos passos da greve.
A greve da Educação começou no dia 16 de fevereiro. O motivo é a paralisação dos servidores da pasta por melhorias salariais, concurso público e outras reivindicações. Por conta da paralisação, o início das aulas foram adiadas do dia 4 de abril para o dia 11.
“Vamos fazer a assembleia na segunda-feira [4] às 9h no Centro. Não era o que queríamos, queremos manter nossa estrutura de carreira, os percentuais entre os níveis, manter os percentuais entre nossas referências e, infelizmente, nos tiraram tudo. Vamos apresentar e discutir como ficou o projeto”, afirmou a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac), Rosana Nascimento.
Os sindicatos dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac) e dos Médicos do Acre (Sindmed-AC) também se posicionaram a favor da paralisação. Para o Sindmed-AC, a reposição de 5,42% é ofensiva e o governo descumpriu o acordo.
“O descumprimento do acordo representou uma grande decepção para a categoria, uma ofensa, pois já havia concordância, por meio de negociação fechada, em junho do ano passado, que existiria a reposição inflacionária dos dois últimos anos”, pontuou o vice-presidente do sindicato, Rodrigo Prado.
O presidente do Sintesac, Adailton Cruz, disse que a categoria se reúne na próxima terça-feira (5) em uma assembleia geral para discutir se continua ou não com o movimento. “O reajuste aprovado não é o que o governo se comprometeu, não é nem a metade do que foi acordado. Os trabalhadores estão muito decepcionado”, revelou.
Com informações G1 Acre

Leia Também:  Lei acreana da Ficha Limpa entra em vigor; deputado espera transparência antes e depois

COMENTE ABAIXO:
Continue Reading

RIO BRANCO

POLÍTICA

POLÍCIA

ACRE AGORA

MAIS LIDAS DA SEMANA

Botão WhatsApp - Canal TI
Botão WhatsApp - Canal TI