Connect with us

Política

Vereador e coronel bombeiro estão inelegíveis. Andre Hassen, Carlinhos Portela e Jessica Sales comemoram

Postado

Em

O coronel Eudemir Gomes Bezerra, do Corpo de Bombeiros do Acre, foi considerado inelegível, em sessão do Tribunal regional Eleitoral, ocorrida nesta quinta-feira. O militar cometeu crime de improbidade, segundo conclusões do Tribunal de Contas da União, enquanto presidente do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo/Administração Regional do Estado do Acre – Sescoop/AC. Um acordão do TCU diz que o militar favoreceu empresas ilegitimas por meio de licitações de fachada. A prestação de Contas do Exercício de 2004 foi rejeitada por conter irregularidades considerada insanáveis. Outra tomada de contas, esta datada de 2005, também foi rejeitada, imputando multas e a inscrição de Eudemir no rool dos inelegíveis. Os recursos supostamente desviados foram repassados em convênios da Sescoop com o Ministério da Agricultura e Abastecimento.

O T RE também considerou inapto o presidente da Camara de Vereadores de Porto Walter, Rosildo Cassiano Correria. Ele teve contas julgadas como irregulares referente a prestação de contas da Câmara Municipal de Porto Walter

Na mesma sessão, foram aceitas as candidaturas de Andre Hassen ( ex-prefeito de Epitaciolândia), Manoel Gomes da Silva, Antonio Carlos Ferreira Portela (ex-prefeito de Porto Acre) e Jessica Sales (deputada federal que tenta a reeleição).


Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 Ac Jornal - Todos os direitos reservados.